Clique aqui e veja as últimas notícias!

INDIGNAÇÃO

Entregadores de aplicativos realizam manifestação contra o preço da gasolina

Os motociclistas passaram pelas principais avenidas da Capital
22/02/2021 18:30 - Ana Karla Flores, Thais Libni


Entregadores de Delivery em Campo Grande, se reunirão na Avenida Mato Grosso, próximo ao Parque dos Poderes, para protestarem contra o preço da gasolina na tarde desta segunda-feira (22).

Em ato de manifestação os motociclistas impediram a passagem de veículos com uma espécie de cordão de motos nas vias sentido centro, e Parque dos Poderes e continuaram percorrendo outros pontos da Capital com buzinaço.  

Últimas Notícias

O movimento foi realizado por cerca de 30 entregadores, que se mostraram indignados com o aumento no preço do combustível. 

Visto que o reajuste no valor da gasolina diminui o rendimento mensal destes, inviabilizando o serviço.  

Quem estava no local, relatou que passagem de veículos ficou bloqueada por cerca de 10 minutos, mas logo acabou, fazendo com que o transito voltasse ao normal.  

Ainda de acordo com informações, a manifestação foi passística e os motociclistas se dirigiram para sede do Governo do Estado, para tentar que o poder público ajuda-se, diminuindo o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS). 

Reajuste

Válido desde a sexta-feira (19), a nova mudança, altera 10,2% no preço da gasolina e de 15% no óleo diesel em suas refinarias.

Este foi o quarto aumento anunciado para a gasolina, que já acumula alta de 34,8%, e o terceiro para o diesel, que subiu 27,5% em 2021. Os combustíveis ficam, respectivamente, R$ 0,23 e R$ 0,34 mais caros a partir de hoje.

Em nota, a Petrobras justifica que “o alinhamento dos preços ao mercado internacional é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros refinadores, além da Petrobras.

Assine o Correio do Estado