Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PENSAMENTO CRÍTICO

Escolas devem priorizar formação integral do aluno para o pós-pandemia

Matérias como desvendando fake news e educação financeira entram como eletivas no ano letivo 2021
21/11/2020 17:31 - Da Redação


A suspensão das aulas presenciais devido à pandemia do coronavírus fez com que as escolas tivessem que se reinventar.  

Com as aulas remotas, o papel da escola passou a ir além dos conteúdos das matérias consideradas tradicionais, fomentando também a pesquisa e matérias em outros campos.  

Temas como desvendando fake news, mulheres que mudaram o mundo e criação de aplicativos entram para a grade curricular de escolas da educação básica.

As matérias não tradicionais são eletivas, ou seja, não obrigatórias e facultativa aos alunos.

Entre as competências trabalhadas com os temas estão pensamento crítico, trabalho em grupo, capacidade de fazer suas próprias escolhas, de resolver problemas, de se comunicar, autoconfiança e adaptação a diferentes cenários.  

O ensino híbrido deve ser realidade em muitas instituições mesmo após a pandemia. 

Em Mato Grosso do Sul, a Elite Rede de Ensino é uma das que aderiram ao método visando a formação integral do aluno.

A partir do ano letivo de 2021, a rede oferecerá o programa gratuito, dentro da grade curricular, que contará com uma série de disciplinas on-lines visando o desenvolvimento do aluno, dentre elas estão as eletivas.  

Os estudantes poderão escolher essas matérias de acordo com os seus interesses, com os seguintes temas: desvendando fake news, mulheres que mudaram o mundo, criação de aplicativos, marketing, educação financeira, simplificando a política, consertos de casa, como criar games, fotografia, neurociência e comportamento, entre outros.

 
 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!