Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONTROLE

Escolas públicas municipais suspendem aulas por 20 dias

Para conter coronavírus, servidores com mais de 60 anos devem trabalhar em casa
16/03/2020 11:20 - Natalia Yahn


 

Por conta da epidemia de coronavírus e até agora a confirmação de dois casos do Covid-19 em Campo Grande, as aulas da Rede Municipal de Educação (Reme) serão suspensas por 20 dias a partir de quarta-feira (18). Com isso, os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental só devem retornar as salas de aula no dia 7 de abril.

Decreto publicado hoje pelo prefeito Marcos Trad estabelece que a carga horária da Reme será reorganizada posteriormente pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) “de forma que não haja prejuízo educacional”.

O texto também prevê suspensão de cursos presenciais da Escola de Governo Municipal, Centros de Convivência de Idosos, Centros de Referência de Assistência Social e as perícias médicas realizadas pelo Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande, “exceto perícias admissionais e da comissão de saúde mental, com possibilidade de prorrogação por igual período”.

“Os servidores municipais que necessitarem do serviço de perícia médica deverão entregar, na unidade de recursos humanos do respectivo órgão de lotação, a documentação comprobatória da necessidade de afastamento ou da prorrogação de licença já concedida”, diz o texto do decreto.

Outra medida estabelece que os funcionários públicos municipais, com mais de 60, a partir de 17 de março e até 5 de abril de 2020, devem trabalhar em casa e seguir orientação do titular de cada pasta, com exceção dos servidores que atuam na área de segurança pública e no sistema público de saúde.

REDE ESTADUAL

Já na Rede Estadual de Educação (REE) as aulas, até agora, estão mantidas em Mato Grosso do Sul. A confirmação é da secretária de Estado de Educação (SED), Maria Cecília Amendola da Motta, que esteve em reunião com o governador Reinaldo Azambuja, esta manhã.

A titular da SED esteve no local por poucos minutos e apenas confirmou que as aulas serão mantidas nas escolas públicas do Estado em todos os municípios.

Na rede particular duas escolas de educação infantil, Ensino Fundamental e Médio divulgaram apenas notas de esclarecimento aos pais, para que os alunos com sintomas de gripe não frequentem as aulas. O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul (Sinepe/MS) também traçaria estratégia nesta segunda-feira, junto ao governo do Estado.

Já a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) decidiu suspender as atividades acadêmicas presenciais a partir desta segunda-feira (16), com aulas sendo mantidas via Educação À Distância (EAD) para garantir o cumprimento do calendário acadêmico. A decisão foi divulgada ontem. A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Uniderp e Unigran Capital informaram que as aulas estão mantidas, mas também realizará reunião hoje (16) para definir estratégias de enfrentamento.

Até agora dois casos do Covid-19 foram confirmados no Estado - um terceiro paciente de MS está internado em São Paulo com a doença - outros quatro casos estão sob investigação. Total de 53 notificações da doença foram feitas em MS desde a semana passada. (Colaborou Ricardo Campos Jr.)

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.