Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECOMENDAÇÕES

Pragas de verão podem ser evitadas, veja as recomendações

Evitar a proliferação de escorpiões e mosquitos pode prevenir acidentes e doenças
09/02/2020 12:02 - Súzan Benites


 

O clima quente e úmido, típico do verão, é  favorável a reprodução e a rápida proliferação de insetos e pequenos animais, que aparecem nas cidades oferecendo riscos à saúde humana, como é o caso de baratas, formigas, aranhas, moscas, cobras, escorpiões e mosquitos.

Do dia 1º de janeiro até o dia 28, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) recebeu 543 pedidos para exterminar infestações de escorpiões em imóveis de Campo Grande, o que dá uma média de 19 casos por dia. Apesar do grande número de acionamentos, apenas 20% das solicitações se enquadravam nos requisitos para a realização de desinsetização.  

Os cuidados com as pragas do verão devem ser redobrados, já que elas podem contaminar e destruir alimentos, espalhar doenças, e até mesmo atrair outros animais e insetos que se alimentam umas das outros, como é o caso dos escorpiões que se alimentam de baratas.

Levantamento do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) mostram que em 2019 foram registrados em Mato Grosso do Sul, 3.748 casos de acidentes com animais peçonhentos. Foram 2.308 casos de acidentes por escorpião, seguido de 507 casos por serpente, 385 casos de abelhas, 207 aranhas, 192 casos por outros animais e 41 ignorados/ branco.

De acordo com o médico responsável clínico do Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox), Sandro Benites, a principal medida ainda é a prevenção. “Uma cidade limpa evita uma série de doenças. Um mutirão contra a sujeira pode evitar a praga do escorpião, e ajuda a evitar também o mosquito transmissor da dengue, chikungunya, e a leishomaniose”, destaca o toxicologista.

Dicas para prevenção

Medidas simples podem ajudar a manter as pragas longe das residências, evitando as visitas indesejáveis e reduzindo o número de acidentes com crianças e adultos.  Uma das principais medidas é manter a limpeza e higiene das residências e quintais. Confira as dicas do Civitox para a prevenção de acidentes.

Lixo: evitar acúmulo de entulhos, caixas de papelão, telhas, galhos e tudo que possa servir de esconderijo ou criadouro; armazenar o lixo em local adequado; manter as caixas d’água com a limpeza em dia e sempre bem fechadas. Também é importante manter fechados os ralos da residência.

Dentro de casa: inspecione roupas, calçados, toalhas de banho e de rosto, roupas de cama, panos de chão e tapetes, antes de utilizá-los; afaste camas e berços das paredes, e evite pendurar roupas fora dos armários; cuide para que lençóis ou cobertores encostem no chão.  

Quintais: para a área externa são os mesmos cuidados, com adicional de manter a grama aparada, não colocar as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, ou em locais que contenham lenhas, ou pedras; caso seja necessário mexer nestes locais, recomenda-se o uso de um pedaço de madeira ou enxada.

O Civitox é um dos centros pioneiros na área da toxicologia clínica, no Brasil. O Centro faz parte da Secretaria Estadual de Saúde (SES), e atua com foco em orientar, informar, e sugerir conduta para os casos de envenenamentos em humanos e animais, além de promover palestras, e ações de vigilância, assessoria, notificação e investigação toxicológica.

Todo acidente por animal peçonhento deve ter atendimento realizado em uma unidade de saúde, para assistência médica emergencial e avaliação clínica do envenenamento. Ligue para o Civitox para suporte técnico-científico, orientação, conduta, em toxicologia clínica, e notificação, pelos telefones 0800 722 6001, (67) 3386-8655 ou 150.

Combate à dengue

O período é de alta incidência do mosquito Aedes Aegytpi, para combater a proliferação do agente de doenças, o Governo do Estado por meio da SES, distribuiu 9.600 litros de inseticida Malathion e 100 kg de larvicida pyriproxefen para as prefeituras dos municípios. A quantidade que cada cidade irá receber será baseada no número de notificações no Sinan.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.