Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ATIVIDADES FÍSICAS

Para a segurança dos praticantes de atividades físicas decreto recomenda máscara durante treinos

Ouso responsável da peça garante a proteção de todos os praticantes.
03/10/2020 13:50 - Thais Libni


Com a pandemia os profissionais da área de Educação Física tiveram de se readequar ao novo momento. Lives de treinos, aulas marcadas em lugares abertos, redução do número de alunos pela metade, além dos cuidados de proteção foram algumas das estratégias destes profissionais para poder sobreviver em tempos de Covid-19. 

As regras de biossegurança para a execução de atividades dos profissionais desta modalidade são extremamente necessárias para evitar o contágio e garantir a segurança de todos envolvidos desde o profissional ao aluno.

Em entrevista ao Correio do Estado o professor de Educação Física Fernando Beja relata que “A máscara, enquanto faz uma barreira de proteção ao vírus, também torna a respiração mais ofegante e cansativa, é preciso cuidado, ainda mais para quem problemas cardíacos”. 

O decreto de nº 14.485 de (2) de outubro, já em vigor, altera o decreto nº 14.256 que estabelece regras de biossegurança para atividades do setor de condicionamento físico e afins no município de Campo Grande.  

Matheus Muzzi profissional da área de treinos personalizados explica como tem sido a dinâmica com os alunos “O uso de máscara é essencial para todos nesse momento tão delicado que vivemos, mas existem alguns alunos que reclamam por se sentirem ofegantes e incomodados, nestes casos abordamos com o máximo distanciamento possível”.

De acordo com o Plano de Contenção de Riscos, aprovado pelo Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção ao novo Coronavírus, o decreto recomenda a utilização da máscara de proteção durante o atendimento, visto que a máscara é uma barreira para a contaminação. É preferencial o uso de cirúrgica ou de tecido com dupla camada. 

 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...