Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DOM BOSCO

Estado abre procedimento para apurar morte de interno eletrocutado na Unei

Jovem de 18 anos levou choque ao deitar sobre fio desencapado
13/11/2018 09:33 - RENAN NUCCI


 

A Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS), pasta ligada à Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul, vai abrir procedimento administrativo para apurar as circunstâncias da morte de um interno de 18 anos, que foi eletrocutado na noite de ontem, durante faxina na Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco, em Campo Grande.

Por meio de nota, a SAS disse que, além da investigação, presta assistência à família da vítima. “A situação na Unei está normalizada, e a rotina dos adolescentes que estão cumprindo medidas socioeducativas segue sem alterações”, lê-se na nota. Além disso, a Sejusp diz que a vítima estava com três adolescentes quando recebeu a descarga elétrica. “O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas não chegou a tempo”.

Segundo o delegado plantonista Rodrigo Camapum, responsável pelo registro da ocorrência, a principal suspeita é de acidente, uma vez que a vítima não tinha histórico de rixa ou ameaça. “Não podemos descartar nenhuma hipótese, mas a principal agora é o acidente”, disse o delegado.

Ele explicou que o rapaz cumpria medidas socioeducativas por ato infracional análogo a roubo. Por volta das 19 horas, como de costume, os internos deram início a uma faxina nos alojamentos. Como iam lavar o piso com água, pegaram os fios que estavam no chão e os suspenderam, colocando-os sobre objetos altos.

“Os fios estavam lá porque eles têm acesso a equipamentos eletrônicos, como caixas de som e fones de ouvido”, explicou Camapum. Um dos colegas pegou uma extensão que tinha pedaços descascados e colocou sobre a cama do rapaz que estava de costas, escrevendo na parede.

Sem perceber a presença do objeto, a vítima se virou e deitou, recebendo a descarga elétrica. “Ele não fez barulho, mas começou a se contorcer. Os demais imaginaram que fosse uma brincadeira, mas ao se aproximarem dele, também levaram choque. Mas aí já era tarde”.

A perícia foi acionada e colheu informações no local. O delegado aguarda resultado dos laudos para dar andamento ao inquérito. Outros jovens e agentes de medidas socioeducativa também serão intimidados para prestar depoimento. O boletim de ocorrência foi registrado como morte a esclarecer.
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!