Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Caixa terá de proteger clientes contra contágio em fila

Procon também promete multar banco em R$ 50 mil por agência se notificação não for cumprida
04/05/2020 12:45 - Gabrielle Tavares, Ricardo Campos Jr


 

Desde que começaram os saques do Auxílio Emergencial nas agências da Caixa Econômica Federal, as filas enormes passaram a ser frequentes. A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Procon/MS) começou a fiscalizar os locais com grandes aglomerações, e a multa pode chegar a R$50 mil.

Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão as agências que descumprirem as regras de biossegurança serão notificadas e terão que apresentar um plano de proteção para os beneficiários. “Queremos saber como estão agindo, como estão atendendo, se tem plano de segurança e por que não estão emitindo senha. Hoje temos equipes nas ruas, já visitamos mais de quatro agências”, explicou.

Em transmissão ao vivo na tarde desta segunda, o prefeito Marcos Trad (PSD) disse que "uma das alternativas é redobramos a fiscalização, e na medida do possível, oferecer máscaras para aquelas pessoas que não estejam utilizando".

Apesar disso, a espera continuou em frente a agências da Caixa e lotéricas. A desempregada Marilene da Silva, 56, entrou na fila entre as 6h30 e 7h, foi a primeira tentativa da senhora que não pode trabalhar porque está doente. “Eu estou na justiça para receber meu auxílio-doença que foi cortado. Dói ficar aqui na fila, é ruim, mas fazer o que?! A gente precisa. E é dinheiro dos nossos impostos que estão dando né, então é nosso direito”, lamentou.

 
 

O autônomo Moacir Espíndola Chaves, 54, estava desde às 7h na fila, sem máscara e com os equipamentos de trabalho em uma bicicleta. “Não tenho medo de ficar aqui, é necessidade. Eu corto grama e agora parou tudo. Em vista do que eu trabalhava antes, não faço quase nada agora. Está difícil a situação, já vim aqui na agência várias vezes tentar sacar e pelo aplicativo não dá certo”, disse.

Os saques da primeira parcela do benefício estão previstos para acontecerem até amanhã (5), a segunda e terceira parcela ainda não tem data programada para ser liberada. “Não tem como deixar essa gente na fila na chuva no sol, é um absurdo isso”, conclui Salomão.

 
 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido