Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FIM DE SEMANA

Mato Grosso do Sul teve 72 pessoas mortas ou feridas em acidentes no fim de semana

Estado registrou 72 vítimas entre os dias, 2,3 e 4 de outubro, seis casos a mais do que o último final de semana.
05/10/2020 15:00 - Alicia Miyashiro


O final de semana em Mato Grosso do Sul encerrou com 72 vítimas de acidentes no trânsito, entre mortos e feridos. Um dos acidentes que mais chamou a atenção aconteceu na noite do último sábado (03), na BR-267, em Nova Alvorada do Sul, e matou 8 pessoas.  

Segundo a Polícia Civil, será aberta uma investigação para apurar a dinâmica do acidente, e se o condutor do veículo realmente provocou a colisão. De acordo com testemunhas, após um caso de infidelidade, o motorista havia afirmado que iria se vingar.

Outro acidente com vítima fatal, aconteceu por volta das 6h30 deste sábado, no município de Juti. Uma motorista dirigia um Volkswagen Gol pela rodovia estadual MS-156, quando perdeu o controle do veículo e capotou várias vezes.

Na tarde de domingo (04), um motociclista que seguia para Bataguassu também veio a óbito após colidir contra a lateral de um veículo Chevrolet Ônix que seguia na mesma direção.

Já na manhã desta segunda-feira (05), próximo à Sidrolândia, um acidente envolvendo dois carros deixou uma pessoa morta e duas foram encaminhadas ao pronto atendimento, em estado grave, ainda não se sabe o que ocasionou a colisão.

 
 

Campo Grande

De acordo com o programa “Vida no Trânsito” — Programa Nacional, Coordenado pelo Ministério da Saúde e implantado, desde 2010, em todas as capitais Brasileiras e cidades com mais de um milhão de habitantes, até o momento, em 2020, foram 33 acidentes com óbito a menos do que os registrados em 2019.

Na Capital o programa é Coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde Pública, cujas ações são desenvolvidas em parceria com a AGETRAN e o Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito — GGIT, formado por 39 Instituições e serviços de diversas áreas do setor público, privado e sociedade civil organizada. 

O objetivo do Programa é desenvolver ações de Vigilância, Controle e Prevenção das Mortes e Lesões no Trânsito.  

 
 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido