Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVENÇÃO

Prefeitura fiscaliza comércios para evitar tumultos em véspera de feriado

Marcos Trad fez varredura no Mercadão Municipal nesta quinta-feira
09/04/2020 11:45 - Bruna Aquino, Daiany Albuquerque


 

A prefeitura por meio das equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur), Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) pretendem fiscalizar nesta quinta-feira (9) mais de mil estabelecimentos comerciais em Campo Grande. 

O foco hoje, são comércios voltados a venda de produtos consumidos na páscoa, como supermercados, peixarias e principalmente no Mercadão Municipal, para evitar aglomerações de pessoas por conta da pandemia do novo coronavírus.  

Participam da ações 110 agentes da Semadur, 17 da Agetran e 60 Guardas Municipais que estão vistoriando se os comerciantes estão seguindo as normas e orientando o que pode ser melhorado para garantir a saúde dos consumidores, conforme destacado em reunião com o prefeito Marcos Trad (PSD) nesta quinta-feira na Esplanada Ferroviária. 

Segundo Trad, precisaram abrir o comércio porque as pessoas não estavam respeitando. No começo estava bom, mas chegaram ao índice de 42% dos comerciantes apenas que estavam respeitando a medida, então resolveram abrir com regramento. “Já que iam continuar aberto, que continue com algumas regras”, disse. 

Para o titular da Semadur, o secretário Luiz Eduardo Costa, por enquanto está satisfatório o cumprimento das medidas restritivas por parte dos comerciantes. Segundo Costa, os comerciantes estão cumprindo corretamente as normas da prefeitura e até agora não teve nenhuma resistência. 

Mesmo assim ele explicou a reportagem do Correio do Estado que, se algum local tiver infrações recorrentes poderá ser autuado pela Vigilância Sanitária e receber multa de até R$ 15 mil. 

O único fator preocupante, segundo o secretário é a aglomeração de pessoas nas ruas. “Muitas pessoas na rua passeando, pessoas evitarem sair de casa, não precisam levar a família toda, vai um da família, é importante ter esse cuidado”, pontuou. 

MERCADÃO MUNICIPAL

Um dos locais que o prefeito fez questão de fiscalizar foi o Mercado Municipal. Mesmo com apenas alguns boxes abertos, a fila da peixaria gerou bastante tumulto, porque as pessoas estão em busca de alimentos para a sexta-feira Santa. 

Para Trad, mesmo com fila na peixaria não houve nada ‘afrontoso’, mas mesmo assim pediu para que se formasse duas filas com distância considerável. “Natural, em razão de hoje ser um dia que as pessoas adquirem produtos que sua fé impõe para o final de semana, e no momento que a maioria delas tem buscado mais a Deus, aumentou também o fluxo e consumo do peixe, mas graças a Deus eu não vi nada de afrontoso, pedi para redobrar o número de fiscais e tudo está em ordem ali”, disse. 

Mesmo o local tendo medidas de proteção como demarcações no chão com distância de um metro e meio, distribuição de álcool gel na entrada e saída, funcionários estão medindo a temperatura das pessoas com dois termômetros a laser. 

Com a aglomeração, a Semadur orientou para que o local tenha apenas uma entrada e será controlado durante o dia a quantidade de pessoas por entrada para evitar multidões assim como está sendo feito no Camelódromo.

 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.