Clique aqui e veja as últimas notícias!

PARA EVITAR CONFLITOS

Ministério da Justiça prorroga permanência da Força Nacional em MS por mais 45 dias

Objetivo é evitar confrontos entre indígenas e produtores em Dourados e Caarapó
15/01/2021 09:31 - Clodoaldo Silva


O Ministério da Justiça prorrogou até 1º de março, por 45 dias,  o uso da Força Nacional em Mato Grosso do Sul. A Portaria 37, de 14 de janeiro,  com a determinação foi publicada hoje no Diário Oficial da União. O efetivo vai atuar nos municípios de Dourados e Caarapó.

Na portaria, é afirmado que  Força Nacional de Segurança Pública é imprescindível “à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, com ênfase no policiamento ostensivo para prevenção de conflitos agrários por questões fundiárias, bem como no combate aos crimes transnacionais de contrabando, tráfico de drogas, armas e munições, em caráter episódico e planejado”.

Últimas notícias

As ações contam com apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a qual fornece toda a infraestrutura e apoio logístico necessários às ações, sendo o planejamento definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

A Força Nacional foi autorizada a ficar até 1º de março de 2021. Em novembro do ano passado teve uma outra prorrogação, só que foi por 60 dias, que termina hoje.

A Força Nacional está no Estado desde 2016. À época, o envio das tropas foi autorizado pelo então ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que determinou o auxílio às polícias militar, federal e rodoviária federal nos conflitos envolvendo a ocupação de terras.

Agora também atua na Região de Fronteira com o Paraguai, que vive uma disputa entre facções pelo domínio da área, que é o principal corredor de tráfico de maconha com destino as grandes cidades do Brasil.