Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESTRAGOS

Forte temporal com queda de granizo atinge região Sul de MS

Morador teve pára-brisa de carro quebrado pelas pedras de gelo
14/04/2020 08:22 - Bruna Aquino


A frente fria que chegou em Mato Grosso do Sul causou transtornos principalmente na região Sul do Estado que compreendem os municípios de Ponta Porã e Amambai. Além da ventania forte que começou na tarde de ontem (13), houve queda de granizo que deixou estrada coberta de gelo e para-brisa de carro quebrado. 

Segundo moradores da região, na rodovia MS-386, entre os municípios de Ponta Porã e Amambai a pista estava coberta de gelo e os condutores dos veículos precisaram parar no acostamento porque a via estava bastante escorregadia. 

Leitor do Correio do Estado que estava voltando de Aral Moreira enviou um vídeo (confira abaixo) mostrando o para-brisa do veículo quebrado com o impacto das pedras de gelo. “È só perda”, comentou. 

 
Chuva de granizo quebrou para-brisa de veículo que estava na rodovia - WhatsApp/Correio do Estado
 

A registro também de queda de granizo na região rural desses municípios. 

Ontem o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) emitiu alerta para temporal. O alerta vale para as próximas 24 horas, até a noite desta terça-feira (14). Para um período de 48 horas, o aviso fica mais abrangente, e serve para todo o território de Mato Grosso do Sul. Além da região sul, houve queda na temperatura nas regiões Centro e Oeste do Estado. 

Na região Sul do Estado, deve fazer ainda mais frio com a mínima prevista para a próxima quarta-feira de 12ºC na região. Na quinta-feira, na mesma região, ainda mais frio com previsão de 10ºC.

 

*Colaborou Eduardo Miranda

 
Rodovia MS-386 coberta de gelo - WhatsApp/Correio do Estado

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.