Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVISÃO

Frente fria vinda da Argentina chega hoje ao sul de MS e traz chuva

Temperatura continua alta e há possibilidade de pancadas isoladas em Campo Grande
16/01/2020 08:23 - DAIANY ALBUQUERQUE


 

Uma frente fria que atua no nordeste da Argentina e no norte do Uruguai e do Rio Grande do Sul deve chegar na tarde desta quinta-feira (16) na região sul de Mato Grosso do Sul. O evento trará com ele muitas nuvens e pancadas de chuva com trovoadas.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Campo Grande o tempo fica claro a parcialmente nublado, com possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas isoladas à partir da tarde de hoje.

Na Capital a temperatura máxima continua alta, se mantém estável em 33º, já a mínima fica em 23ºC. Já a região pantaneira registrará o maior valor nos termômetros, chegando a 39ºC, com mínima de 24º. No sul do Estado o registro varia de 35º a 21ºC.

Na sexta-feira, segundo o Inmet, a frente fria cruza o leste do Estado e as pancadas de chuva ocorrem nesta região. As temperaturas sofrem leve declínio à medida que os ventos de sul e sudeste trazem o ar mais refrigerado do oceano Atlântico.

Em Campo Grande o céu fica parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A temperatura varia de 31º a 24ºC na Capital. No restante de Mato Grosso do Sul a máxima pode alcançar os 37ºC.

No fim de semana o canal de transporte de umidade e calor da Amazônia atua especialmente no Pantanal sul-mato-grossense. O fenômeno provocará pancadas de chuva com trovoadas, principalmente no decorrer da tarde. No sudeste e sul do Estado a possibilidade de chuva é menor.

Já na Capital o tempo fica parcialmente nublado nos dois dias e deve ocorrer pancadas de chuva e trovoadas isoladas à tarde. A temperatura tem um ligeira queda no sábado, chegando a máxima de 29ºC, porém, no domingo volta a subir e fica em 30ºC.

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!