Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Frigorífico de Nioaque testa servidores após ter 12 casos positivos da Covid-19

Testes foram realizados após Termo de Ajuste de Conduta firmado com o MPT
24/08/2020 19:00 - Daiany Albuquerque


O frigorífico BXB, instalado em Nioaque, realizou testagem em massa de seus funcionários após ter 120 colaboradores com resultado positivo para o novo coronavírus. 

Os testes foram realizados após a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS), na sexta-feira (21).

A unidade realizou testagens em massa no último sábado e na manhã desta segunda-feira (24). Dos 263 funcionários testados, 17 tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19 e um foi identificado como contactante em razão de a esposa – também funcionária do frigorífico – ter sido contaminada. 

Na manhã de ontem, a empresa realizou a testagem em outros 11 funcionários, sendo todos os resultados negativos.

As atividades da indústria foram interrompidas no sábado (22) para a retestagem completa dos empregados – incluindo aqueles submetidos ao exame nas últimas duas semanas, bem como os que foram contratados para assumir as funções dos funcionários afastados. 

A medida também alcançou trabalhadores temporários e terceirizados. 

Foram dispensados da realização dos testes empregados que se encontram afastados devido ao diagnóstico positivo para a Covid-19 e os já distanciados por se enquadrarem no grupo de risco. 

Desde o primeiro caso confirmado de Covid-19 no frigorífico BXB, em 6 de agosto, a empresa examinou todos os trabalhadores e os casos confirmados foram afastados. 

Antes disso, o frigorífico distanciou funcionários classificados como grupo de risco, entre gestantes, idosos, com doenças crônicas e indígenas, sem prejuízo da manutenção do emprego e da remuneração. 

Além da testagem em massa dos empregados, o TAC prevê um coletivo de medidas para evitar a exposição indevida e diminuir o risco de contágio entre empregados, terceirizados, prestadores de serviços e visitantes no ambiente laboral, desacelerando assim a disseminação do vírus para a população.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!