Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESEMPREGO

Funtrab pode substituir filas presenciais por agendamento online

O projeto é uma das propostas do novo diretor-presidente
18/06/2020 09:45 - Gabrielle Tavares


A crise econômica gerada pela pandemia da Covid-19 contribuiu com o desemprego em Campo Grande. Todos os dias desempregados formam filas em frente à Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), que se expõem ao vírus para garantir um trabalho. O novo presidente do órgão, Marcos Derzi, quer implementar o agendamento de atendimentos pelo celular, computador ou telefone.  

Regiane Vitória Reis, de 18 anos, trabalhava como Jovem Aprendiz em uma empresa e foi demitida. “Iam me efetivar, mas por causa da pandemia não me contrataram. Acabaram mais demitindo do que contratando”, comentou. Ela procurou a Funtrab hoje (18) pela primeira vez, mas disse se preocupar com a exposição de permanecer na fila, “seria mais fácil se fosse online”, disse.

Quem também foi procurar emprego na manhã desta quinta-feira foi Luiz Ribeiro, de 28 anos. A marcenaria onde trabalhava teve que fechar há dois meses, desde então ele passou fazer parte da fila da Funtrab praticamente todos os dias. “Trabalhamos por demanda e como não tinha, tiveram que fechar, demitiram 7 funcionários. Aqui a gente fica exposto, sempre trago a máscara e tento ficar afastado, mas não dá”.  

“Acho inadmissível hoje, uma fila começando quatro e meia da manhã na frente da Funtrab, com a Dona Maria, Seu João, esperando uma senha. Temos que se preparar com tecnologia para o pessoal agendar o horário de atendimento pelo celular, pelo computador. Uma prioridade minha é acabar com fila, no estado inteiro, principalmente na Capital”, afirmou o novo diretor-presidente, Marcos Derzi.

Ainda não há data prevista para o início do projeto. O presidente, que assumiu em 3 de junho, divulgou que pretende implementar em “um futuro próximo”.

Derzi também relatou que outra prioridade da nova gestão é a qualificação profissional. Após um mapeamento das necessidades de cada região de Mato Grosso do Sul, a fundação irá fazer parcerias com universidades para preparar as pessoas para o mercado de trabalho. 

 
 

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!