Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Governo abre nova licitação para obras de conclusão do Aquário do Pantanal

Empresa será contratada para revisão e finalização dos serviços de estrutura metálica
24/09/2020 09:29 - Glaucea Vaccari


Governo de Mato Grosso do Sul abriu mais uma licitação para concluir obras do Centro de Estudos e Pesquisas da Ictiofauna Pantaneira, o Aquário do Pantanal.

Aviso de abertura foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (24).

Esta licitação é para contratação de empresa para revisão e finalização dos serviços de estrutura metálica de passarela trecho 8, passarela de manutenção e escadas dos tanques de acesso.  

Conforme a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), licitação é do tipo menor preço, com abertura de propostas no dia 26 de outubro.

Obras do Aquário do Pantanal estavam desde 2014 e foram retomadas em novembro de 2019.  

Desde então, vários processos licitatórios foram lançados e etapas do trabalho de conclusão retomados pelas empreiteiras vencedoras. 

Ontem, a Agesul publicou contrato de R$ 2,1 milhões com a empresa Bodoquena Engenharia e Comércio para a impermeabilização dos tanques. 

 
 

Histórico

A obra foi iniciada em 2011 e paralisada quatro anos depois, sofrendo desgaste em decorrência do tempo e do abandono. 

O centro de pesquisa, quando pronto, contará com 32 tanques (24 internos e oito externos) da ictiofauna pantaneira (peixes e répteis), mais de 5,4 milhões de litros de água e um sistema de suporte à vida com condições reais do habitat.  

O objetivo é fazer do espaço um centro de referência em pesquisas e, para isso, o empreendimento também terá museu interativo, biblioteca, auditório com capacidade para 250 pessoas, sala de exposição e laboratórios de pesquisa para estudantes, cientistas e pesquisadores.

Orçada inicialmente em R$ 84.749.754,23, a obra inacabada já consumiu mais de R$ 240 milhões do cofre do governo do Estado.

 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!