Clique aqui e veja as últimas notícias!

OPORTUNIDADE

Governo do Estado abre processo seletivo para contratar profissionais de saúde

Seleção é para contratação temporária de médico plantonista, farmacêutico bioquímico e nutricionista devido ao aumento dos casos de Covid-19
10/01/2021 16:44 - Rafaela Moreira


O Governo do Estado abriu dois processos seletivos para contratar profissionais da área da saúde. As vagas são temporárias e vão atender demandas no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) e da Secretaria de Saúde (SES). 

No Regional são três vagas para médico plantonista da Unidade de Terapia Intensiva e sete vagas para médico plantonista do Pronto Atendimento Médico.

Últimas Notícias

A carga horária é de 12 horas semanais nos períodos diurnos e noturnos, com escala nos finais de semana, feriado e em ponto facultativo. A remuneração é de R$ 2.414,27, acrescida de adicional de 100% do vencimento-base.

Para as vagas na SES podem se inscrever profissionais com formação escolar de nível superior para atuação em atividades relacionadas à vigilância em saúde. São duas vagas para médico com atuação em Clínica Médica, oito vagas para farmacêutico bioquímico e uma vaga para nutricionista.

A carga horária é de 40 horas semanais. A remuneração para médicos é de R$ 6.639,23 e para as demais funções é de R$ 3.412,14.

As inscrições para ambos editais deverão ser feitas exclusivamente on-line, através deste link. Interessados nas vagas do HRMS devem se candidatar até dia 12 de janeiro e as vagas para a SES receberão inscrições até 11 de janeiro. 

Os profissionais de saúde são indispensáveis no combate ao novo coronavírus, arriscando a vida na linha de frente para salvar outras pessoas. Robson Yutaka Fukuda, Dr. Fukuda, morreu neste domingo (10), vítima do coronavírus, doença que ele enquanto médico auxiliou no tratamento de centenas de pessoas.

Desde o início da pandemia, cinco profissionais da saúde do Hospital Regional morreram de Covid-19, sendo três enfermeiros, dois médicos e uma fonoaudióloga. 

Assine o Correio do Estado