Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORPO DE BOMBEIROS

Governo multa Magirus em R$ 611 mil por atraso na entrega de autoescada

Veículo custou R$ 6,1 milhões e o valor descontado representa 10% do valor do contrato
30/03/2020 16:00 - Eduardo Miranda


 

O caminhão autoescada do Corpo de Bombeiros, entregue no início deste mês durante a cerimônia de lançamento do programa governo presente, ficará R$ 611 mil mais barato. É que o atraso na entrega do bem pela empresa alemã Magirus, bem como as notificações previstas no contrato, resultaram em multas no valor citado acima.

O veículo custou R$ 6,1 milhões, e o valor descontado, representa 10% do valor do contrato. O governo deverá pagar um total de R$ 5,05 milhões pelo veículo. O fabricante, com sede na Alemanha, terá cinco dias para apresentar defesa.

AUTOESCADA

Autoescada mecânica (AEN) do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) chegou no dia 2 de março a Campo Grande.  O governo comprou esse veículo em 2018 e aguardava a chegada dele ao Brasil via navio. A AEN é fabricada pela empresa alemã Magirus.

O Estado tinha apenas uma escada usada desde a década de 1970, porém, o equipamento estragou em 2015 e desde então os combates a incêndio na Capital tem sido feitos pelos bombeiros do chão. A AEN atingia 30 metros de altura e quando estragou não foi consertada porque estava obsoleta e as peças para manutenção não eram mais fabricadas.

A nova escada, entretanto, tem 60 metros e é o equipamento mais moderno do mundo. Uma das diferenças entre a antiga e a nova é o fato de o equipamento não precisar da presença de um profissional para segurar a mangueira de água.

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!