Clique aqui e veja as últimas notícias!

VOLTA ÀS AULAS

Escolas Estaduais de MS perdem 15 mil alunos em ano de pandemia

Evasão vem crescendo nos três últimos anos, no entanto, a pandemia pode ter agravado a situação.
22/02/2021 16:00 - Bruna Pasche


A Secretaria Estadual de Educação (SED) de Mato Grosso do Sul, registrou mais uma queda no número de estudantes matriculados em 2021. A evasão é crescente e percebida desde 2010, no entanto, a pandemia pode ter agravado o problema resultando na queda de mais de 15 mil alunos em 1 ano.

De acordo com a Secretaria, os registros caíram de 210 mil para 194,7 mil este ano. A efetivação de matrícula foi concluída no final de janeiro, no entanto, devido a baixa procura, o Estado anunciou que irá reabrir o período em março.

Desde o final de 2019, Governo vem anunciando o aumento da evasão escolar, justificando ainda o fechamento de oito escolas apenas em Campo Grande. Na época, a secretária titular Maria Cecília Amêndola da Motta, afirmou que se a pasta fosse levar em consideração apenas a queda no número de alunos em Mato Grosso do Sul nos últimos anos, 72 escolas poderiam ter sido fechadas por conta da baixa procura.

Últimas notícias 

Em 9 anos, foram 52 mil alunos a menos, conforme a secretária. Como efeito disso, 1.700 salas de ensino do período noturno foram fechadas no início de 2019. Se levarmos em conta que cada uma dessas salas abrigavam 30 alunos, cerca de 51 mil estudantes foram transferidos.

A situação foi acentuada com a pandemia e a Rede busca agora chamar atenção dos alunos para este ano letivo.

Em live na tarde desta segunda-feira (22), Maria Cecília Amêndola, demonstrou preocupação na queda dos números e frisou que as escolas estão prontas para a volta as aulas e preparadas para três tipos de retorno no dia 1° de março: de forma remota, híbridas (presencial e online) e totalmente presencial.

"Estamos muito preocupados com os estudantes que não estão voltando, não estão fazendo matrícula e a gente quer muito que vocês confiem na rede pública, confiem que tem uma equipe que está trabalhando muito para que vocês retornem e avancem, por isso faremos um novo momento de matrícula de 8 a 19 de março, para que esses alunos que estão em dúvida se sintam acolhidos",  concluiu Cecília.