Clique aqui e veja as últimas notícias!

PANDEMIA

Há quase um mês, Mato Grosso do Sul registra mais de mil internados por Covid-19 todos os dias

Em um mês, o número de internados mais que dobrou no Estado
16/04/2021 12:30 - Gabrielle Tavares


Há 27 dias, Mato Grosso do Sul registra mais de mil pessoas internadas por Covid-19, em leitos clínicos e de UTI, instalados tanto na rede pública, quanto na privada. 

Em um mês, o número de internados mais que dobrou no Estado. No dia 1º de março eram 611 pessoas hospitalizadas (308 em leitos clínicos e 303 em UTI). Já no dia 1º de abril, as internações alcançaram 1.296 (769 clínicos e 527 UTI). 

A médica infectologista, Mariana Croda indica que Mato Grosso do Sul está atualmente em estabilidade, só que em uma curva muito alta. "Isso é péssimo. Em um mês dobrou o número de internados, a gente estabilizou num patamar muito alto".

Últimas notícias

Como o índice de óbitos continua elevado, foram 669 somente no mês de abril, Croda avalia que se o número de internações não abaixou, é porque o nível de infecções continua alarmante. 

O Estado registra 235.010 confirmações desde o início da pandemia, sendo 1.062 diagnósticos positivos e 44 novos óbitos registrados no boletim epidemiológico desta sexta-feira (16).

"Nossos dados, embora tenham levemente melhorado, ainda são preocupantes. Ontem, pesquisadores anunciaram que o vírus modificou e existem novos vírus já muito presentes no nosso Estado. A P1 principalmente, ela possui uma carga viral alta e é mais transmissível , o que temos observado agora é casos mais rápidos e pessoas morrendo muito rapidamente", disse a secretária-adjunta da SES, Crhstinne Maymone.

"Mesmo que a gente ainda veja uma melhoria nos números com os fechamentos que tiveram, ainda não houve diminuição nas internações. Mesmo com tantos óbitos, continuam muitas pessoas internadas", ressaltou Croda.

A previsão para as próximas semanas é que a estabilidade em um platô elevado continue. "Nesse âmbito das internações a gente ainda não consegue ver bem essa queda. Pode ser que em outras áreas, como número de casos ou óbitos, possa melhorar. Mas para internações, a gente ainda tem um platô alto, que ainda não tínhamos ultrapassado anteriormente".

Hoje, são 1.169 pessoas internadas, sendo 636 em leitos clínicos (406 público; 230 privado) e 533 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (386 público; 147 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 104%, Dourados em 92%, Três Lagoas 98% e Corumbá 87%. De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), são 107 pessoas na fila de espera por um leito no Estado. Só em Campo Grande, são 45.