Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INUSITADO

Homem nu aparece em conferência entre Bolsonaro e empresários

Presidente interrompeu reunião virtual para avisar que homem tomando banho estava aparecendo na tela
14/05/2020 17:48 - Da Redação


Videoconferência entre o presidente Jair Bolsonaro e empresários de diversos setores precisou ser interrompida devido a um homem aparecer nu em uma das telas compartilhadas, nesta quinta-feira (14).

Tema principal da reunião virtual era o fim do isolamento como medida para conter o coronavírus.  

Durante a fala do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, Bolsonaro percebeu o homem nu e interrompeu o empresário para chamar a atenção quando ao caso inusitado.

“Ô Paulo (Skaf), dá uma parada aí. Paulo, tem um colega aí no último quadrinho que tá, saiu fora, tá ok?”, disse o presidente.

Ministro da Economia, Paulo Guedes, foi mais explícito ao informar o que estava acontecendo ao participante da conferência.  

“Tem um cara tomando banho aí, peladão. Tem um peladão aí, fazendo isolamento peladão em casa e tal, beleza”, disse, rindo.

Paulo Skaf, aparentemente constrangido, pediu desculpas aos colegas. “Me perdoem aí, viu?”.  

Guedes seguiu rindo da situação: “O cara foi ficando com calor com a conversa aí foi tomar um banho frio...”  

Gargalhando,  o presidente Bolsonaro lamentou ter visto a cena. “Infelizmente nós vimos. Era um quadro sinuoso, mas nós vimos, infelizmente”.

 
 
 

REUNIÃO

Na mesma videoconferência, Jair Bolsonaro, pediu para empresários "jogarem pesado" com governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), contra medidas de isolamento.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cobrou do empresariado que conversem com os "outros Poderes" e não apenas o Executivo para a retomada da economia. Apesar de pedir mais uma vez que o empresários busquem conversar com o Congresso e o Supremo, Guedes negou, contudo, estar fazendo pressão.

Para o ministro, o Congresso tem um perfil reformista e pode ajudar o governo a "surpreender o mundo". "Sabemos que os sinais vitais ainda estão preservados, ou seja, temos chance de fazer uma recuperação em V. Acredito que o Congresso nosso pode nos ajudar a surpreender o mundo sim."

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!