Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Hospitais de campanha de São Paulo já registram 14 mortes

Números são dos hospitais municipais de campanha do Anhembi e do Pacaembu
10/05/2020 23:00 - Estadão Conteúdo


 

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo atualizou neste domingo (10) a situação do novo coronavírus na capital paulista e os números dos hospitais municipais de campanha do Anhembi e do Pacaembu. O HMCamp do Anhembi, na zona norte, registrou a morte de uma mulher de 61 anos por Covid-19.

O boletim epidemiológico da Prefeitura de São Paulo não dá mais detalhes sobre a vítima, mas informa que ela era do grupo de risco por causa de comorbidades. Agora já são 14 mortes ocorridas nos hospitais de campanha de São Paulo.

A cidade de São Paulo possui dois hospitais de campanha sob gestão da prefeitura (Anhembi e Pacaembu) e um pelo Estado (Ibirapuera).

Os hospitais de campanha foram criados para ampliar o número de leitos hospitalares na capital.

Eles não são abertos ao público e atendem casos de baixa e média complexidade para tratamento da covid-19 encaminhados por outras unidades de saúde.

Atualmente, o Anhembi possui 522 pacientes internados. Já o hospital Pacaembu atende 146 pacientes.

Ainda de acordo com o poder municipal, 1.652 pacientes estão internados hoje em todos os hospitais da rede municipal. Desse total, 426 estão nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). A taxa de ocupação geral das UTIs chegou a 87%.

O boletim traz ainda uma comparação entre a evolução da doença no último mês. A cidade de São Paulo havia registrado 1.110 óbitos até o dia 9 de abril, considerando-se os casos confirmados e também os suspeitos.

Um mês depois, até o dia 9 de maio, foram registrados 5.018 óbitos.

Isso representa um aumento de 352 % dentro de 30 dias. Hoje, a cidade de São Paulo tem 28.027 casos confirmados e mais 109.207 suspeitos.

 

Felpuda


Embora faltem 26 dias para as eleições, a bolsa de apostas nos meios políticos já está em alta.

Dois nomes estão sendo apontados como favoritos para disputarem o segundo turno.

Isso acontecendo, há quem garanta que um deles receberia total apoio de antiga liderança e de todo o seu grupo, que hoje estão em lados opostos.

Vai longe o tempo em que o objetivo era tão somente o bem comum...