Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REFORÇO

Hospital em Dourados será referência em coronavírus

Com obras 90% concluídas, complexo ao lado do HU será reforço no atendimento
05/04/2020 12:32 - Bruna Aquino, Súzan Benites


 

Durante a transmissão ao vivo pelas redes sociais neste domingo (5), o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, disse que o Hospital da Mulher e da Criança, em Dourados, será referência no combate ao novo coronavírus (Covid-19). O complexo que fica ao lado do Hospital Universitário está 90% concluído. 

“Quero tranquilizar a população de Dourados, estamos encaminhando para colocar o Hospital da Mulher e da Criança, ao lado do hospital universitário, para que essa obra - que já está 90% concluída, seja hospital de referencia contra o coronavírus. A colocação de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e leitos clínicos, é uma realidade”, disse Resende.

O Hospital da Mulher e da Criança está sendo construído em área anexa ao Hospital Universitário de Dourados, por meio de um investimento em recursos federais da ordem de R$ 51 milhões, incluindo a segunda etapa, ainda a ser licitada. A primeira etapa tinha previsão de ser entregue no próximo mês de maio.

Durante a transmissão deste domingo, o secretário disse que já pediu apoio ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “O ministro nos deu apoio irrestrito, já temos encaminhamento que possa antecipar a conclusão dessa obra e equipá-la para atender a região da grande Dourados”, reforçou Resende.

ESTRUTURA

Conforme informações do Governo do Estado, a unidade será a maior estrutura materno-infantil do Estado com a proposta de ofertar mais qualidade no acolhimento às gestantes, evitar superlotações e oportunizar residências em enfermagem obstétrica e saúde materno-infantil, tendo como missão promover saúde, ensino, pesquisa e extensão.

Os recursos para a construção foram viabilizados por meio de articulações do então deputado federal Geraldo Resende, hoje secretário estadual de saúde, com apoio da bancada federal, governo do Estado (que doou a área) e o governo federal.

Atualmente com cerca de 90% das obras edificadas, a área total será de 6.370,68 metros quadrados, além de 18 mil metros quadrados de urbanismo e infraestrutura completa. Na primeira etapa, o hospital vai ofertar 55 leitos e na segunda etapa, serão ofertados mais 80 leitos distribuídos entre as UTIs pediátrica e neonatal, Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs), além de estruturas de apoio, como banco de leite humano e ambulatório do recém-nascido.

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.