Cidades

NEGLIGÊNCIA

Hospital que pegou fogo na Arábia é acusado de trancar rotas de saída

Incêndio deixou 25 mortos e 141 feridos; governo culpou cidadãos de atrapalhar resgate

Continue lendo...

No dia seguinte ao incêndio em um hospital da Arábia Saudita que matou 25 pessoas e deixou 141 feridos, o governo do país foi acusado de negligência e culpou cidadãos que queriam ajudar no resgate de atrapalhar o salvamento.

Um repórter da TV Al-Arabiya disse que viu várias saídas de emergência trancadas com correntes ao visitar o hospital após o desastre.

O ministro da Saúde da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, reconheceu que o ministério falhou, mas considerou muito cedo para determinar as causas do desastre e informou que um comitê investigará o caso.

Falih confirmou que o fogo começou no primeiro andar e a fumaça se espalhou para os pisos superiores. Ele contou que as mortes no hospital foram causadas por asfixia gerada pela fumaça, e não por queimaduras.

"Infelizmente houve uma grande mobilização e alguns cidadãos correram para o hospital com o desejo de ajudar, mas na verdade eles obstruíram a evacuação e o acesso das equipes de resgate", disse Saad al-Muqrin, porta-voz do governo da cidade de Jazan. "Dezenas dessas pessoas se feriram e deram mais trabalho às equipes de resgate."

A Arábia Saudita enfrentou outras tragédias este ano. Em setembro, ao menos 1.621 pessoas morreram em Meca, cidade sagrada para o Islamismo, durante um tumulto entre a multidão que caminhava, de acordo a agência Associated Press. O governo foi acusado de não organizar adequadamente a peregrinação.

Duas semanas antes, a queda de um guindaste na Grande Mesquita de Meca -local para onde os muçulmanos se voltam ao fazer suas orações e um dos pontos principais da peregrinação- deixou pelo menos 111 mortos e 394 feridos.

Cidades

Lula pede que beneficiária do Bolsa Família pare de ter filhos

Mulher de 25 anos estava com três filhos em agenda do presidente nessa quinta-feira (20), em Fortaleza

21/06/2024 18h30

Lula em agenda no Ceará

Lula em agenda no Ceará Foto: Ricardo Stuckert / PR

Continue Lendo...

Durante agenda de entregas de moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida, nessa quinta-feira (20), em Fortaleza (CE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse para uma mãe de três crianças, que é beneficiária do programa Bolsa Família, que a primeira coisa que ela tem que fazer é “parar de ter filho”.

“Veja aquela menina que vem aqui com três crianças. Aquela moça tem 25 anos de idade e ela tem três filhos. Falei para ela: ‘Minha filha, a primeira coisa que você tem que fazer é parar de ter filho, porque você já tem três”, disse o presidente.

De acordo com informações do Estadão, em maio deste ano Lula já tinha feito comentário semelhante em compromisso público.

“Quando é que vai fechar a porteira, companheira? Não pode mais ter filho. Ela já tem 5 filhos, ela tem 27 anos de idade", disse a uma outra beneficiária do Bolsa Família.

Agenda

Nesta quinta, Lula realizou a entrega de 416 apartamentos do Residencial Cidade Jardim I, Módulo III, em Fortaleza.

Nesta etapa, vão ser beneficiados 1.664 pessoas de famílias da faixa 1, com renda mensal de até R$ 2.640. Das 416 famílias que receberão apartamentos nesta entrega, 219 são beneficiárias do Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e estão isentas do pagamento de prestações.

No mesmo discurso, que durou cerca de vinte minutos, o presidente também chamou o presidente da Caixa de “gordinho”.

Ao introduzir Carlos Antônio Vieira no evento, Lula o apresentou para o público como o “gordinho simpático que falou tão bem aqui”.

VACINA

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Vale lembrar que todas as vacinas do calendário estarão disponíveis, incluindo a gripe, poliomielite e a Covid-19

21/06/2024 18h01

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Continue Lendo...

Boa notícia para quem precisa colocar o calendário vacinal em dia! Neste fim de semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), realiza ações itinerantes em shoppings e supermercados para vacinação. Vale lembrar que todas as vacinas estarão disponíveis, incluindo a da gripe, poliomielite e Covid-19.

A secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo, destaca a importância de aproveitar o fim de semana para se vacinar. "A imunização é fundamental para proteger nossa comunidade contra várias doenças", enfatiza.

Rosana também explica que diversas estratégias para facilitar o acesso às vacinas estão sendo realizadas, como os plantões no fim de semana. "Vacinar-se não é apenas um ato individual, mas um gesto de responsabilidade coletiva. Contamos com a colaboração de todos para prevenir surtos e manter a saúde pública", conclui.

Durante a semana, as vacinas estão disponíveis em todas as 74 unidades de saúde de família, espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município.

Confira abaixo a programação: 

Sábado, 22 de junho: 

  • E.M Senador Rachid Saldanha Derzi, no Jardim Noroeste

Horário: 8h às 13h

  • Pátio Central Shopping

Horário: 8h às 16h30

  • Fort Três Barras

Horário: 8h às 16h30

Domingo, 23 de junho

  • Shopping Norte Sul Plaza

Horário: 11h às 19h

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).