Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

Hospital Regional pede doações de insumos e até mesmo água para os pacientes

Referência no combate ao coronavírus, HRMS pede doações para continuar operando
17/12/2020 12:30 - Rafaela Moreira


O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS), unidade de referência contra a Covid-19 no Estado, está recebendo doações de tecidos, lona e até mesmo água mineral para hidratação dos pacientes.

Nos últimos meses, o Hospital Regional atravessa um momento delicado. Conforme divulgado na rede social do Hospital, há dificuldades para a compra de diversos insumos, por isso organizaram uma campanha de doação para enfrentar a pandemia de coronavírus.

Ultimas notícias

“O HRMS convida você para entrar nesta batalha contra a Covid-19 da forma que puder, precisamos, com urgência, de: tecido (para confecção de lençóis”, napa (para confecção de avental) e água mineral para os pacientes”, diz o HRMS em nota. 

As doações podem ser entregues no próprio HRMS, no setor de almoxarifado, ou na Diretoria Administrativa. Quem não tiver como levar os produtos até o HRMS, pode ligar no 3378-2544 e pedir para buscarem as doações.

Outro ponto que preocupa na unidade é a falta de profissionais, o Hospital possui estrutura física para comportar novos leitos, no entanto, falta mão de obra.

ALEMS

Durante a última Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems), nesta quinta-feira (17), o deputado Pedro Kemp (PT) comentou sobre o pedido de doações do Regional. 

"O Hospital Regional divulgou uma nota solicitando doações para os pacientes com Covid-19, eu fico me perguntando se há necessidade de o hospital fazer essa campanha de doação porque o Ministério Público disponibilizou milhões para que os Estados e municípios pudessem se organizar para enfrentar o coronavírus. Nosso Estado recebeu recursos, não sei se esse pedido partiu da dição do hospital ou se é uma campanha de voluntários, mas é importante que o secretário de saúde explique por que não é usado os recursos disponibilizados".

Kemp ainda ressaltou que essa situação deve ser resolvida, e que mais leitos disponibilizados para a população. "Faço aqui um apelo para que o Estado resolva essa situação, aumente o número de leitos, e se for preciso reative o hospital de campanha e paguem os funcionários para evitar o caos que seria instaurado se houvesse greve".

BOLETIM 

Mato Grosso do Sul já soma 118.003 casos confirmados de Covid-19, com 1.391 novos exames, conforme divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta quinta-feira (17). Foram registradas 16 novas mortes, conforme o boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado diariamente pela SES.

Conforme divulgado no boletim epidemiológico desta quinta feira (17), Campo Grande conta com 664 pessoas internadas em leitos clínicos ou de terapia intensiva, em hospitais públicos ou privados de Mato Grosso do Sul, e a taxa de ocupação na macrorregião da capital volta a preocupar, já que o boletim aponta lotação de 109%.

Assine o Correio do Estado