Clique aqui e veja as últimas notícias!

PNAD

IBGE: Em Mato Grosso do Sul, 22,4% testes para Covid-19 deram positivo

Balanço, que foi divulgado na manhã desta quarta (23), leva em consideração o início da pandemia até novembro
23/12/2020 16:18 - Flávio Veras


A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-COVID19) apontou que, 22,4% (87 mil) da população de Mato Grosso do Sul que submetida aos testes do novo coronavírus, apontaram resultado positivo para a doença. O Balanço, que foi divulgado nesta quarta-feira (23), leva em consideração o início da pandemia (março de 2020) até novembro deste ano.  

Ainda de acordo com o levantamento, aproximadamente 14% da população do estado realizaram algum tipo de teste para identificar a Covid-19.  

Levando em consideração os meses de outubro a novembro, o número de infectados aumentou 36%, o que demonstra a volta do avanço da pandemia em Mato Grosso do Sul.  

Últimas notícias

A pesquisa demonstra ainda que 19 mil pessoas com alguma doença crônica testaram positivo para a doença no Estado.

Balanço total

Até novembro, em Mato Grosso do Sul, 388 mil pessoas fizeram algum tipo de teste para saberem se estavam infectadas ou não pelo novo coronavírus, representado 14,1% da população do estado. Destes, 52,4% eram mulheres e 47,6% eram homens. Ao todo, 87 mil testaram positivo, representando 22,4% das pessoas que realizaram algum teste, um aumento de 36% em relação a outubro.

No Brasil, até novembro, 28,6 milhões de pessoas (13,5% da população) haviam feito algum teste para saber se estavam infectadas pelo coronavírus (até outubro esse número estava em 25,7 milhões de pessoas ou 12,1% da população). Entre essas pessoas, 22,7% (ou 6,5 milhões) testaram positivo em novembro, contra 22,4% (ou 5,7 milhões) em outubro.

Teste SWAB

Em relação ao tipo de teste, dos 199 mil sul-mato-grossenses que fizeram o teste SWAB, cerca de 30,1% receberam resultado positivo, 67,8% tiveram o resultado negativo, 2,1% ainda não haviam recebido o resultado. Das 181 mil pessoas que fizeram o exame de sangue com furo no dedo, 81,2% obtiveram resultado negativo e 18,2% tiveram o resultado positivo.

Doenças crônicas

Em novembro, havia 47,7 milhões de pessoas com alguma das doenças crônicas pesquisadas, o que correspondia a 22,5% da população, sendo a hipertensão a mais frequente (13,3%). Em MS, 19 mil pessoas com alguma doença crônica testaram positivo para a Covid-19, representando 3,1% no total de pessoas com alguma comorbidade.  

Desigualdade

Quanto maior o nível de escolaridade, maior foi o percentual de pessoas que fez algum teste. Em MS, o teste foi realizado em 21,9% entre as pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto, 12,2% entre aqueles com fundamental completo ao médio incompleto, 34,8% em pessoas com ensino médio completo ao superior incompleto, e 31,1% entre aqueles com superior completo ou pós-graduação.

Procura

Em MS, 73 mil pessoas apresentaram algum dos sintomas de síndrome gripal pesquisados em outubro. Destes, apenas 31 mil procuraram atendimento em algum estabelecimento de saúde. Em maio, eram 161 mil pessoas com algum sintoma, em outubro eram 89 mil.