Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRANSPORTE COLETIVO

Idosos poderão pedir desbloqueio do cartão do passe livre

Benefício foi suspenso para o grupo de risco e só será desbloqueado para quem precisa de tratamento médico
15/06/2020 15:27 - Glaucea Vaccari


 

Idosos que têm direito ao passe livre e tiveram o benefício suspenso em decreto municipal devido à pandemia do coronavírus, poderão solicitar a gratuidade temporária, caso necessitem de tratamento de saúde contínuo, em Campo Grande. Acordo foi firmado pela Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) e Consórcio Guaicurus.

Cartões do transporte coletivo de idosos e estudantes foram bloqueados no dia 23 de março. O motivo é que idosos estão no grupo de risco da Covid-19 e os estudantes estão sem aula.

Coordenador do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, defensor público Mateus Augusto Sutana e Silva, afirma que o decreto teve objetivo de proteger o idoso da pandemia, “mas não pode ser motivo para que ele abandone tratamentos que exigem continuidade, como nos casos de hemodiálise, quimioterapia, radioterapia, dentre outros”.

Para obter o cartão especial, o idoso beneficiário deverá providenciar declaração emitida pelo profissional de saúde responsável, que conste o tipo de tratamento realizado pelo paciente e a frequência semanal.  

Com esta declaração, o idoso deverá procurar a Central de Atendimento do Cliente do Consorcio Guaicurus, localizada na Rua Visconde de Taunay, 318, levando o documento e o cartão do passe livre que está suspenso, porque ele ficará retido e será substituído pelo cartão de benefício temporário.

Cartão especial estará disponível de segunda a sexta-feira e o número de viagens será estabelecido de acordo com a necessidade de deslocamento para os tratamentos de saúde, inclusive com a definição das linhas que serão incluídas na programação do cartão.

Caso seja comprovado o mau uso do benefício ou informações falsas, o cartão será bloqueado imediatamente e o beneficiário poderá ser penalizado legalmente.

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...