Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PESQUISA

IFMS abre processo seletivo para projetos em combate ao novo coronavírus

Serão destinados até R$ 97 mil na concessão de bolsas de estudo
21/04/2020 08:45 - Bruna Aquino


O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) abriu processo seletivo para selecionar projetos com foco na prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo inteiro. Para auxílio financeiro a estudantes participantes, serão destinados até R$ 97 mil na concessão de bolsas de estudo. 

Mato Grosso do Sul tem 171 casos confirmados da doença. O último Boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), apontou novas confirmações, mas o número de pacientes com Covid-19 que se recuperaram superou novos casos. Isso porque desde ontem (20), houveram duas altas hospitalares e quatro em isolamento declarado curados da doença após cumprir quarentena sem apresentar sintomas.

Segundo o Instituto, os projetos devem ser desenvolvidos entre maio e novembro deste ano.  Para consultar regras e documentos de inscrição, os interessados podem acessar o edital na Central de Seleção do IFMS.

A submissão do projeto deve ser feita até 29 de abril, no Sistema de Informação e Gestão de Projetos (Sigproj), pelo coordenador da proposta, que pode ser docente ou técnico-administrativo.

As bolsas serão concedidas por meio do Programa de Bolsas e Auxílios para Ações de Extensão do IFMS (Pibaex), e o auxílio financeiro via Programa Institucional de Incentivo ao Ensino, Extensão, Pesquisa e Inovação do IFMS (Piepi). 

As propostas devem atender requisitos como ter a comunidade externa como público-alvo, ter no mínimo um e no máximo três estudantes bolsistas matriculados nos cursos técnicos de nível médio ou de graduação, sendo que poderá haver mais estudantes na condição de voluntários, levar em conta todas as recomendações do Ministério da Saúde sobre as estratégias de prevenção referentes aos contatos entre as pessoas, estar inserida em na área temática “Saúde” e na linha de extensão “Saúde Humana”, de acordo com a Política de Extensão do IFMS, podendo ter características inter, trans e pluridisciplinares conforme temática do projeto e atender à carga horária dos bolsistas.

Os projetos devem considerar o enfrentamento da emergência de saúde pública relacionada a Covid-19, preferencialmente com temas como a produção de desenvolvimento de agentes químicos que proporcionem antissepsia, desinfecção e preservação no combate e controle da contaminação pelo novo coronavírus, produção de equipamentos e materiais de proteção e prevenção ao coronavírus, outras gerações de produtos ou soluções que incidam no combate a pandemia, inclusive, transdisciplinares, interdisciplinares e pluridisciplinares.

SELEÇÃO
O processo seletivo será realizado em duas etapas. A primeira, que é de caráter eliminatório, consiste na verificação do atendimento às condições de habilitação. As propostas homologadas pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) terão o mérito avaliado.

A segunda etapa é eliminatória e classificatória. Os critérios para avaliação do mérito das propostas constam no anexo 10 do edital  de abertura do processo seletivo.

O resultado preliminar da seleção será divulgado no dia 13 de maio.

AUXÍLIO FINANCEIRO
Do valor total previsto, R$ 25 mil se destinam à concessão de auxílio financeiro para o desenvolvimento dos projetos de extensão. O valor será pago em cota única aos coordenadores, sendo no máximo R$ 2,5 mil por projeto.

Os outros R$ 72 mil do montante serão destinados à concessão de bolsas entre os meses de junho e novembro. Estudantes de nível médio receberão R$ 200 mensais, e os da graduação R$ 400 por mês.

Em caso de dúvidas, os interessados podem encaminhar seus questionamentos à Diretoria de Extensão (Direx) pelo e-mail direx@ifms.edu.br.

 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo...