Clique aqui e veja as últimas notícias!

VACINA

Índia nega envio imediato de vacinas para o Brasil

Após resposta, ministério da Saúde requisitou CoronaVac
15/01/2021 20:00 - Thais Libni


O governo da Índia negou a entrega imediata de um lote de imunizantes contra covid-19 da Oxford/AstraZeneca ao Brasil, neta sexa-feira (15).

Uma operação que estava sendo montada para a busca do imunizante deverá ser cancelada, após o posicionamento do país asiático que em resposta ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pontuou que precisam priorizar primeiramente sua população para posteriormente realizar uma comercialização.

Últimas Notícias

A resposta da Índia foi contrária ao que o Presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), esperava, o mandatário que havia declarado que uma aeronave da Azul Linhas Aéreas que está em Recife sairia hoje (15), para buscar 2 milhões de doses do imunizante, no entanto o avião deverá permanecer parado esperando um sinal positivo de Nova Déli.

Durante entrevista para Bandeirantes Bolsonaro afirmou que a operação terá atrasos. “Foi tudo acertado para disponibilizar 2 milhões de doses da vacina Astrazeneca. Só que hoje, neste exato momento começando a vacinação na Índia, um país de 1,3 bilhão de habitantes, não foi nossa opção atrasar dois ou três dias”.

No entanto não se tem perspectiva de quando a Índia dará o aval.

O ministério da Saúde enviou um oficio ao Instituto Butanta pedindo entrega imediata de seis milhões de doses da CoronaVac. 

“Solicitamos os bons préstimos para disponibilizar a entrega imediata das seis milhões de doses importadas e que foram objetivo do pedido de autorização de uso emergencial perante a Anvisa. Ressaltamos a urgência na imediata entrega do quantitativo contratado e acima mencionado, tendo em vista que este Ministério precisa fazer o devido loteamento para iniciar a logística de distribuição para todos os estados da federação de maneira simultânea e equitativa, conforme cronograma previsto no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19, tão logo seja concedido a autorização pela agência reguladora, cuja decisão está prevista para domingo”, diz nota enviada ao instituto.

Apoiadores do Governo

Um evento no Palácio do Planalto estava sendo organizado por apoiadores do governo de Jair Bolsonaro para terça-feira (19), com o intuito de comemorar a conquista das 2 milhões de doses do imunizante que até então era a aposta do presidente. No entanto com a negativa da Índia, o evento foi adiado.

Assine o Correio do Estado