Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

QUARENTENA

Isolamento cai na segunda-feira em relação ao fim de semana

Mato Grosso do Sul registrou média de 37,2% de isolamento
21/07/2020 13:57 - Gabrielle Tavares


As taxas de isolamento social que se elevam gradativamente aos sábados e domingos sempre voltam a cair no início da semana. 

O índice mapeado na segunda-feira (20) foi de apenas 37,2% no Mato Grosso do Sul.

O Estado ocupou a 24° colocação no ranking que mede a taxa das unidades da federação. Desde maio os índices nas segundas-feiras não passam dos 40%. No dia 13 de julho a taxa foi de 38,3%, e 37,9% em 6 de julho.  

Na Capital, a média também ficou baixa, a cidade registrou grande movimentação e poucas pessoas em casa. A taxa mapeada na segunda foi de 37,1% que rendeu a Campo Grande o penúltimo lugar entre as capitais brasileiras.

A taxa mais alta registrada no Estado foi no município de Aral Moreira, com 53,8%. Já a pior, foi em Jateí, com 26,8%.  

Enquanto as taxas de isolamento não melhoram, os indicadores da Covid-19 continuam em expansão. Boletim epidemiológico apresentado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta terça-feira (21) apresentou recorde de infectados e de mortes nas últimas 24 horas: 749 novos casos confirmados e 20 óbitos.  

Na Capital, o comércio passou a funcionar com horário reduzido e capacidade máxima de 30% nesta sgunda-feira, sendo das 9h às 17h o comércio de rua e das 11h às 19h os shoppings.

Além disso, aos fins de semana somente serviços essenciais estão autorizados a abrir, até o dia 31 de julho.

 
 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.