Cidades

FUNSAT

Inscrições abertas para curso de informática

Inscrições abertas para curso de informática

DA REDAÇÃO

23/08/2012 - 14h33
Continue lendo...

A Fundação Social do Trabalho (Funsat) está com inscrições abertas para o Curso de Informática Básica. 

As inscrições podem ser feitas na Agência de Empregos da Funsat, na Avenida Eduardo Elias Zahran, 1581 – JD.TV. Morena, das 07h30min às 17h ou na sede do Cras “Carlinda Pereira Contar”, na Rua Kamie Shimabuco, nº 08, no Bairro Nossa Sra. Aparecida, na região do Cel. Antonio, próximo ao Ceasa.

Documentos necessários

Para se inscrever é necessário apresentar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, RG, CPF, escolaridade (ensino fundamental incompleto).

As aulas terão início na próxima segunda-feira (27), no período matutino, das 07h30min às 09h30min. O curso tem a carga horária de 60h/a e será realizado na sede do Cras “Carlinda Pereira Contar”.

Mais informações: 3314-5036 e 3314-5844.

Cidades

De festas julinas a execução de obras, quais ruas serão interditadas neste fim de semana

Condutores devem redobrar atenção e planejar rotas alternativas

20/07/2024 16h00

De festas julinas a execução de obras, quais ruas serão interditadas neste fim de semana

De festas julinas a execução de obras, quais ruas serão interditadas neste fim de semana Divulgação: Prefeitura de Campo Grande

Continue Lendo...

Em mês de festas julinas e outros eventos na Capital, a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) informou que algumas ruas serão interditadas a partir de hoje (20), até domingo (22).

A Agetran também orienta condutores e pedestres, para que haja atenção redobrada nos locais de interdição e possam planejar rotas alternativas. 

Confira as interdições:

  • Serviço de Reparo

Local: Rua Santa Adélia entre Rua Brigadeiro Tobias até a Avenida Ernesto Geisel (meia pista)

Data: 16 a 31 de julho         

Horário: 6h às 17h

  • Execução de obra e substituição da rede de água 

Local: Rua 15 de novembro entre as ruas 25 de dezembro e José Antônio

           Av. João Pedro de Souza entre a Rua 14 de julho e Avenida Calógeras

           Rua Américo Carlos da Costa entre as avenidas Costa e Silva e Fábio Zahran

           Rua Santa Adélia entre Rua Brigadeiro Tobias e Avenida Presidente Ernesto Geisel

Data: 19 a 31 de julho       

Horário: Integral

  • Festa julina

Local: Rua Cecílio Alves Correia, 195 entre as ruas Cajazeira e Angelina Chiesa 

Data: 19 de julho (sexta-feira)                       

Horário: 18h às 23h59

  • Inauguração de agência

Local: Rua 15 de novembro entre as ruas 13 de maio e 14 de julho (faixa estacionamento)

Data: 19 de julho (sexta-feira)             

Horário: 19h às 22h

  • Festa Julina

Local: Rua Bongiavane, entre as ruas Lírio do Campo e Alterosa

Data: 19 de julho (sexta-feira)                   

Horário: 17h às 22h

  • Festa Julina

Local: Rua Martinez entre Tv. Francisco Bucker e Rua Abdom Bunazar

Data: 19 e 20 de julho (sexta e sábado)          

Horário: 18h às 23h

  • Festa Caipira

Local: Avenida Agripino Grieco entre as ruas Viriato Corrêa Waldir Adri

Data: 20 de julho (sábado)                        

Horário: 08h às 23h

  • Festa Julina

Local: Rua Lourenço da Veiga entre as ruas João Paulo Ribeiro e Capanema

Data: 20 de julho (sábado)                     

Horário: 16h às 23h30

  • Festa Julina

Local: Rua Pau D´Alho N° 95, entre Avenida Presidente Vargas e Rua Santa Clara

Data: 20 de julho (sábado)                     

Horário: 17h às 23h

  • Festa Julina

Local: Rua Recreio entre as ruas Santa Bárbara e Inaja

Data: 20 de julho (sábado)                   

Horário: 12h às 23h59

  • Festa Julina

Local: Rua das Perdizes entre as ruas Urupês e Pinhal

Data: 20 de julho (sábado)                   

Horário: 16h às 23h

  • Festa Julina

Local: Rua Madre Cristina entre as ruas Luz Del Fuego e Florbela Espanca

Data: 20 de julho (sábado)        

Horário: 15h às 21h

  • Festa Julina

Local: Rua Dulcinópolis entre Avenida Pôr Do Sol e Rua Mônaco

Data: 20 de julho     

Horário: 16h às 23h

  • Festa Julina

Local: Rua Xavier de Toledo entre Avenida Presidente Ernesto Geisel e Rua Iporã

Data: 20 de julho (sábado)                   

Horário: 12h às 22h

  • Evento religioso

Local: Rua Beira Rio, 424, entre Rua Manoel Augusto Brito e Avenida Prefeito Lúdio Coelho

Data: 20 de julho (sábado)                 

Horário: 12h às 20h

  • Festa Julina

Local: Rua Dr. Jair Garcia entre Rua Alberto Torres e Avenida Duque De Caxias

Data: 20 de julho              

Horário: 18h às 23h59

  • Festa Julina

Local: R. Agronômica entre as ruas Professor Hilário Rocha e Paraisópolis

Data: 20 de julho (sábado)            

Horário: 15h às 22h

  • Festa Julina

Local: Rua José Bonifácio entre as ruas Dom Pedro II e Benjamin Constant

Data: 20 de julho (sábado)            

Horário: 08h às 23h

  • Festa Julina

Local: Rua Madre Cristina entre as ruas Luz del Fuego e Florbela Espanca

Data: 20 de julho (sábado)          

Horário: 15h às 21h

  • Festa Julina 

Local: Rua Marie entre as ruas Nhamundá e Jauaperi  

Data: 20 de julho (sábado)

Horário: 16h às 23h59

  • 1° Copa Terrinha De Futebol Amador 

Local: Rua Américo Brasiliense entre as ruas Yokohama e Miranda

Data: 20 e 27 de julho          

Horário: 12h às 20h

  • Festa Julina 

Local: Rua Barbacena entre as ruas Piraputanga e Indianápolis

Data: 21 e 28 de julho        

Horário: 8h às 15h

 

INFLUENZA

Dois óbitos por gripe são confirmados nesta semana em MS

Boletim epidemiológico atualizado informa que a uma das vítimas é um idoso de Três Lagoas e a outra não identificada; no ano, o estado acumula 67 óbitos

20/07/2024 13h45

Mato Grosso do Sul chega aos 67 mortos por gripe em 2024

Mato Grosso do Sul chega aos 67 mortos por gripe em 2024 Bruno Rezende / Portal MS

Continue Lendo...

Boletim epidemiológico atualizado nesta sexta-feira (19) divulgou que mais dois óbitos foram confirmados em Mato Grosso do Sul por Influenza. Em 2024, o estado já acumula 67 mortes por gripe.

Segundo o informativo, apenas uma das mortes foi identificada, sendo ela um idoso de 87 anos em Três Lagoas, vítima de H3N2, tendo comorbidades como doença cardiovascular crônica, imunodeficiência / imunodepressão. Das 67 mortes gerais pela doença no estado, 13 foram por H1N1, 46 por H3N2 e 8 não foram subtipados. 

As maiores vítimas seguem sendo do sexo feminino, responsáveis por 56,7% dos óbitos, ou seja, 38, enquanto 29 do sexo masculino morreram pela doença, cerca de 43,3%. Acerca da faixa etária, a população com mais de 80 anos representa 36,4% (24) das mortes, a maior entre as idades, seguido por 70 a 79 anos, com 12 mortes, e 60 a 69 anos, com 11.

Os casos confirmados e notificados não registraram nem aumento e nem queda, em comparação ao último boletim epidemiológico. Ou seja, os casos estão estagnados em 559 confirmados (127 H1N1, 336 H3N2 e 98 não subtipado), além de 4.570 notificações. Dentre as cidades com a maior incidência de hospitalizados pela doença estão Campo Grande (com 262 confirmações), Dourados (com 39) e Ponta Porã (com 32).

Além disso, as crianças de 1 a 9 anos são as mais afetadas, representando 20,6% das internações, ou seja, 115 dos 559 hospitalizados. São seguidos de perto pelos idosos com mais de 80 anos (15,9% - 89 hospitalizados) e aqueles de 60 a 69 anos (13,2% - 74 hospitalizados). O sexo feminino também é o mais atingido, com 54,6% das internações.

Sobre a imunização, as cidades entre os destaques positivos são Vicentina, com 74% da cobertura vacinal, Novo Horizonte do Sul, com 69,6%, e Jateí, com 67,6%. Do outro lado, Japorã, com 26,1%, Corguinho, com 24,4%, e Aral Moreira, com apenas 21%, são os destaques negativos na cobertura vacinal.

“A vacinação contra a influenza é uma das medidas de prevenção mais eficazes para proteger contra essa doença e, principalmente, contra a evolução para complicações e óbitos. A vacinação também contribui para a redução da circulação viral na população, protegendo especialmente os indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco”, diz o boletim divulgado pela Ses.

Alta na mortalidade infantil pela doença

A mortalidade por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças pequenas ainda está alta devido à grande circulação do vírus sincicial respiratório (VSR). A análise é do boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado no dia 11 de maio.

O documento destaca que a mortalidade da SRAG nas últimas oito semanas foi semelhante na faixa infantil de zero a dois anos e em idosos. No entanto, na população idosa, se destacam as mortes por SRAG associadas ao vírus da gripe, à influenza A e à covid-19. 

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).