Clique aqui e veja as últimas notícias!

REEDUCAÇÃO EM PRESÍDIOS

Presidiárias recebem palestra de conscientização contra Aids e tuberculose em Campo Grande

A ação faz parte do Dezembro Vermelho, mês de conscientização de combate à Aids
09/12/2020 13:03 - Naiara Camargo


Por meio de videoconferência, detentas receberam orientações a respeito do combate à Aids e tuberculose no auditório do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), localizado capital.

A live foi ministrada por especialistas, organizada pelo setor Psicossocial e Educacional do EPFIIZ e desenvolvida pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da Divisão de Saúde Prisional e a direção do presídio.

Acompanhe as últimas notícias

No total, 23 apenadas participaram do evento. O objetivo é conscientizar, ensinar, informar, sanar as dúvidas e proporcionar saúde às internas. 

A live teve a participação de Everton Ferreira Lemos, enfermeiro e doutor em Doenças Infecciosas e Parasitárias. Ele explicou que a Aids tem maior incidência em homens do que em mulheres, pois elas se cuidam mais do que eles. 

Disse ainda que as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) se manifestam em forma de feridas, corrimentos, bolhas ou verruguas. “Mudou-se o termo de doenças para infecções, porque nem todas apresentam sintomas, como é o caso do HIV/Aids”, disse.

“É um momento de reflexão, conscientização, compartilhamento de informações sobre prevenção e tratamento, e isso demonstra responsabilidade e amor com as pessoas”, afirmou Maria de Lourdes Delgado Alves, chefe da Divisão de Assistência à Saúde Prisional da Agepen. 

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves parabenizou o ato por abordar um tema tão importante. “Essa troca de informações é de suma importância para conscientizar as reeducandas, sanar dúvidas e oferecer atendimento especializado”, expressou.

Combate à tuberculose também foi pauta do discurso online com as reeducandas. Natália Trindade, apoiadora do projeto “Prisões Livres de Tuberculose”, abordou assuntos importantes a respeito da doença como sua prevenção, conscientização e tratamento.

Aids

A Aids é causada pelo vírus HIV, que interfere na capacidade do organismo em combater infecções. 

A transmissão é por meio da relação sexual ou contato com sangue. Os principais sintomas são dor de garganta, febre, fadiga, infecções contínuas e perda de peso. 

O primeiro dia de dezembro é destinado à união de forças de conscientização de combate à Aids. A doença não tem cura, mas tem tratamento.

Tuberculose

A tuberculose é causada por uma bactéria que atinge principalmente os pulmões.

A transmissão é por meio de tosse, espirro ou fala de outra pessoa infectada. Os principais sintomas são tosse com sangue, perda de peso, falta de apetite e fraqueza.

Dia 24 de março é o dia Mundial de Combate à Tuberculose. A tuberculose tem cura e seu tratamento é feito por meio de antibióticos.

Assine Já