Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INVESTIGAÇÕES

Interno de 18 anos deita sobre fio e morre eletrocutado na Unei Dom Bosco

Morte ocorreu durante faxina nos alojamentos feita pelos jovens
13/11/2018 07:45 - RENAN NUCCI


 

Interno da Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco morreu eletrocutado no início da noite de ontem, em Campo Grande, enquanto colegas faziam limpeza dos alojamentos. A vítima teria se deitado sobre um fio descascado deixado na cama. A Polícia Civil investiga o caso.

Segundo o delegado plantonista Rodrigo Camapum, responsável pelo registro da ocorrência, a principal suspeita é de acidente, uma vez que a vítima não tinha histórico de rixa ou ameaça. "Não podemos descartar nenhuma hipótese, mas a principal agora é o acidente", disse o delegado.

Ele explicou que o rapaz de 18 anos cumpria medidas socioeducativas por ato infracional análogo a roubo. Por volta das 19 horas, como de costume, os internos deram início a uma faxina nos alojamentos. Como iam lavar o piso com água, pegaram os fios que estavam no chão e os suspenderam, colocando-os sobre objetos altos.

"Os fios estavam lá porque eles têm acesso a equipamentos eletrônicos, como caixas de som e fones de ouvido", explicou Camapum. Um dos colegas pegou uma extensão que tinha pedaços descascados e colocou sobre a cama do rapaz que estava de costas, escrevendo na parede.

Sem perceber a presença do objeto, a vítima se virou e deitou, recebendo a descarga elétrica. "Ele não fez barulho, mas começou a se contorcer. Os demais imaginaram que fosse uma brincadeira, mas ao se aproximarem dele, também levaram choque. Mas aí já era tarde".

A perícia foi acionada e colheu informações no local. O delegado aguarda resultado dos laudos para dar andamento ao inquérito. Outros jovens e agentes de medidas socioeducativa também serão intimidados para prestar depoimento. O boletim de ocorrência foi registrado como morte a esclarecer.

UNEIS

Em agosto, a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul ajuizou ação civil solicitando a interdição das Uneis Dom Bosco e Estrela do Amanhã, localizadas em Campo Grande. Provas colhidas pelo defensor Rodrigo Zoccal, da 5ª Defensoria Pública da Infância e Juventude, a partir de recomendações do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT), apontavam à época, que tais unidades sequer dispõem de alvará sanitário e do Corpo de Bombeiros, o que representa risco a servidores e internos.

Além disso, a Unei Dom Bosco, masculina, estava superlotada e opera atualmente com 86 garotos, sendo que foi construída para atender o limite de 50 - a Estrela do amanhã, feminina, tem 11 internas.
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!