Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

#URGENTE

Jovem de 21 anos é o segundo caso de coronavírus em Dourados

Rapaz está em isolamento domiciliar
28/03/2020 11:33 - Da Redação


O Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados confirmou o segundo caso do novo coronavírus atendido na cidade. Trata-se de um jovem de 21 anos, residente no município, que teve contato com paciente infectado em Mato Grosso do Sul. Ontem (27) à tarde o primeiro exame confirmado era de uma idosa de 64 anos, moradora em Batayporã, internada em estado grave em hospital de Dourados.

Conforme publicado pelo jornal O Progresso, a maior cidade do interior já acompanha dois diagnósticos positivos para a Covid-19, doença provocada pelo novo vírus.

De acordo com o documento assinado pelo Gerente do Núcleo de Vigilância Epidemiológica, Devanildo de Souza Santos, o resultado do exame chegou no início da noite de ontem. O rapaz se encontra bem e em isolamento domiciliar desde o início dos sintomas. O caso foi captado através de coletas de Unidade Sentinela para Influenza e outros vírus respiratórios, onde são coletadas cinco amostras por semana, às quartas-feiras e enviados através da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o Laboratório Central (Lacen).

Outros 10 casos suspeitos estão em investigação e aguardando laudo laboratorial conforme dados do Boletim Coronavírus divulgado diariamente. "Recomendamos a partir de agora atenção especial às medidas de contenção do avanço dessa doença em nosso Município", ressalta a nota encaminhada pelo departamento.

Ao todo Mato Grosso do Sul já havia confirmado 28 casos em cinco municípios - Campo Grande (24), Ponta Porã (1), Sidrolândia (1), Rio Verde do Mato Grosso (1) e Batayporã (1). Agora, Dourados entra na lista. 
 

 

 

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.