Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Jovem morto em acidente na Lúdio Coelho estava a caminho de entrevista de emprego

Rapaz de 21 anos pilotava moto que foi atingida por caminhonete, nesta manhã, em Campo Grande
07/08/2020 12:03 - Gabrielle Tavares, Glaucea Vaccari


Eduardo Bruschi, 21 anos, morreu a caminho de uma entrevista de emprego. Jovem pilotava moto que foi atingida por uma Toyota Hilux, na manhã de hoje (7), na Avenida Lúdio Coelho, em Campo Grande.

Além de Eduardo, a adolescente Helen Oliveira Dinis, 17 anos, que estava na garupa da moto, também morreu.

Cabo da Polícia Militar, Diego Fantussi, disse que o casal seguia pela preferencial na avenida, sentido Duque de Caxias, quando o motorista da Hilux, de 83 anos, fez uma manobra de conversão e atingiu a moto.

“Estava indo para uma entrevista de emprego o condutor da motocicleta”, disse o policial, mas não soube informar em qual local ou cargo pleiteado pelo jovem.

Ocupantes da Hilux voltavam de uma fazenda em Corguinho e, quando o motorista, de 83 anos, tentou fazer uma conversão para retorno na avenida, atingiu a moto que, segundo testemunhas, estava em alta velocidade.  

Segundo o cabo, com o impacto ambos foram arremessados e pararam a cerca de 26 metros de distância um do outro.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a tentar reanimar o casal, mas eles não resistiram e morreram no local.

Teste do bafômetro foi realizado no motorista da caminhonete e resultado deu negativo para consumo de álcool.  

Documentação do veículo e motorista estava em dia, tanto da Hilux quanto da moto e da vítima.

Ainda segundo o policial, não é possível determinar, inicialmente, se a moto estava em alta velocidade, conforme dizem as testemunhas, mas uma perícia técnica foi realizada e deve apurar o caso.

Os ocupantes da caminhonete tiveram ferimentos leves, mas o motorista ficou bastante abalado e precisou ser atendido pelos bombeiros, além de ser amparado por outras pessoas para caminhar após a liberação.

Já a família da adolescente, também estava muito abalada, chorando, e a mãe gritava "assassino" para o motorista da Hilux. Os próprios familiares fizeram a limpeza do asfalto no local onde estava o corpo da jovem, após ele ser retirado pela funerária.

A 6ª Delegacia de Polícia Civil (Tijuca) será a responsável pela investigação do acidente. 

 
 

Felpuda


Entre sussurros, nos bastidores políticos mais fechados, os comentários são que história apregoada por aí teria sido construída para encobrir o que realmente foi engendrado em conversa que resultou em negociata. 

O script foi na base do “você finge que é assim, e nós fingimos que acreditamos”. 

Batido o martelo, a encenação prosseguiu e, conforme o combinado, deverão ser apresentados novos episódios.

Ah, o poder!