Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CIDADES

Jovem responsabilizado pelo assassinato de namorada em Três Lagoas

Jovem responsabilizado pelo assassinato de namorada em Três Lagoas
31/07/2010 16:48 -


Rose Rodrigues, Três Lagoas

A Polícia Civil de Três Lagoas indiciou, na manhã de ontem, Augusto Sinei Rodrigues Pereira, de 19 anos, acusado pelo assassinato da namorada, Jéssica Apoliana Almeida Duette, também de 19 anos. O homicídio aconteceu na noite da última quinta-feira, no Bairro Guanabara.
Segundo as informações, Jéssica Almeida foi alvejada com dois tiros, sendo que um acertou a parte frontal da cabeça. Ela estava dentro de casa e chegou a ser socorrida pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e internada no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, mas morreu algumas horas depois.
A mãe da vítima, Ângela Maria Almeida, e outra testemunha teriam afirmado à polícia que o autor dos disparos era o namorado da filha. A mulher explicou que estava na cozinha quando ouviu disparos. Ao verificar o que estava acontecendo, encontrou sua filha caída na sala e Augusto Rodrigues saindo do imóvel, em sua motocicleta.
Ainda de acordo com as informações, Augusto Rodrigues foi localizado pela Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) em sua residência em um bairro vizinho ao da vítima. Ele chegou a ser ouvido pela polícia, mas  negou o crime. Após a prisão do acusado, investigadores revistaram a casa  localizaram um revólver calibre 22 com duas munições intactas. Conforme a polícia, a arma apreendida não seria a mesma usada no crime, pois o ferimento na cabeça de Jessica Almeida teria sido provocado por um revólver com calibre superior. A polícia ainda procura pela arma do crime.

Felpuda


A futura composição  dos 29 vereadores  em Campo Grande poderá ser diferente  da que foi oficializada, segundo o que  se tem ouvido,  com certa frequência, nas rodinhas de conversas dos meios políticos.  

Nova distribuição  das cadeiras poderá ocorrer e, assim, quem está prestes a entrar com pompa e circunstância poderá nem passar pela porta de entrada  e tomar posse de cadeira  para chamar de sua.  

O caldeirão está fervendo.