Clique aqui e veja as últimas notícias!

ANO LETIVO 2021

Kits escolares para alunos das escolas estaduais custarão R$ 4 milhões

Alunos do ensino fundamental, médio e EJA receberão os kits escolares em 2021
08/12/2020 12:02 - Glaucea Vaccari


Governo de Mato Grosso do Sul contratou mais de R$ 4 milhões para aquisição de kits escolares para o ano letivo de 2021.

Extrato do contrato foi publicados no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (20).

Acompanhe as últimas notícias

A empresa que será responsável por fornecer os kits será a Master Indústria, Comércio e Representação Ltda., pelo valor de R$ 4.022.500,50.

A vigência do contrato será pelo prazo de 12 meses. A empresa tem 60 dias para entregar os kits nas escolas. 

Kits de materiais escolares serão fornecidos aos alunos do ensino fundamental, ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Estadual de Ensino.

Entre os itens disponíveis nos kits estão caderno, caderno de cartografia, lápis preto, caixa de lápis de cor, borracha branca, apontador, cola branca, régua, caderno de caligrafia, giz de cera, tesoura sem ponta, caderno de cartografia, caneta esferográfica e transferidor.

Materiais serão separados em kits, que conterão itens de acordo com o nível em que o aluno está matriculado.

Os kits serão entregues nas escolas, que farão a distribuição para os alunos no início do ano letivo.

Conforme o governo, a Rede Estadual conta com mais de 350 escolas, que atendem diferentes classes sociais e, por este motivo, é necessário o kit escolar, para garantir as condições mínimas para que os estudantes frequentem as aulas, sem gastos extras com o material.

Ano letivo 2021

Conforme calendário escolar divulgado pelo governo do Estado, o ano letivo de 2021 começa no dia 4 de fevereiro.

Ensino deve ser hibrido, com aulas presenciais e remotas, mas o retorno das aulas presenciais dependerá do avanço da pandemia do coronavírus.

Período de férias escolares de meio do ano será do dia 2 a 16 de julho.

As aulas devem terminar no dia 10 de dezembro de 2021, com término do ano escolar no dia 17 do mesmo mês, devido ao período de exames finais, que será de 13 a 16 de dezembro.

Para o retorno às aulas no próximo ano, protocolo de biossegurança foi elaborado e prevê, entre outras coisas, organização de horários para entrada e saída de estudantes, medidas de higienização constantes, aferição de temperatura, uso de bebedouro só para encher garrafas e distância mínima de 1,5 metro entre os estudantes.

O uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscara, será obrigatório e haverá a distribuição dos materiais de higiene para as escolas.