Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Laboratórios correm para lançar vacina ainda neste ano

Algumas empresas trabalham com prazo para novembro deste ano
22/07/2020 11:16 - Rodrigo Almeida


A guerra de hipóteses no tratamento da Covid-19 é travada desde o reconhecimento da pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

São kits de tratamento profilático sem muita comprovação científica e uma guerra de estudos científicos que deixam qualquer um confuso.

Apesar disso, há um consenso na comunidade científica: sem uma vacina é difícil voltar ao mundo pré-coronavírus.

Desde março deste ano, há mais de 100 projetos de vacinas sendo testadas mundo afora em diferentes estágios, de acordo com o portal especializado em saúde e ciência Web MD. 

A OMS reportou 166 pesquisas ativas até agora.

A China é o país que tem mais produtos em fase final, são três. Esta semana começou com uma boa notícia relacionada à vacina de Oxford.

O patógeno desenvolvido na universidade britânica animou toda a comunidade científica e demonstra estarmos perto de uma saída. Ele é considerado a opção mais avançada pela OMS e já é testada em mais de 50 mil pessoas ao redor do mundo.

A segunda alternativa pode ser uma vacina produzida pela chinesa Sinovac.

Por aqui ela foi divulgada pelo Governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e conta com a parceria do Instituto Butantan. Os testes serão administrados em 9 mil voluntários em seis estados.

Assim como os britânicos, as duas vacinas divulgaram uma nova fase no Brasil. O fato de ser o país com maior aumento de casos da covid-19 atualmente torna o Brasil o campo de testes ideal.

Outra empresa que está em fase avançada é a americana Pfizer em conjunto com o laboratório alemão BioNtech. 

Em entrevista a Globo, a diretora para o Brasil Marjori Dulcine, diz que espera ter aprovações dos órgãos mundiais até novembro deste ano.

“Se tudo correr como o esperado a gente espera ter 100 milhões de doses em 2020 e 1,2 bilhão em 2021”, afirma. O problema é que a primeira leva já está vendida. O presidente Donald Trump anunciou na manhã desta quarta-feira, 22, um acordo para a compra de todas as vacina que os dois laboratórios preveem produzir.

O governo americano deve comprar 600 milhões de doses, quase metade da produção prevista até o fim do próximo ano. Claro, que após a aprovação da FDA (Food and Drug Administration) - a Anvisa deles.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!