Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DECRETO

Proibição de consumo de bebidas alcoólicas valerá a partir de amanhã

Determinação é resultado de conciliação entre a prefeitura e a Defensoria Pública
11/08/2020 16:14 - Daiany Albuquerque


A Prefeitura de Campo Grande publica nesta tarde decreto que proíbe a consumação em bares, restaurantes e conveniências de bebidas alcoólicas. A medida valerá apenas entre esta quarta-feira (12) e domingo (16) e foi estabelecida depois de consenso entre a administração municipal e a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul.

A prefeitura havia publicado a medida em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) com a determinação a partir de quinta-feira, entretanto, horas depois, em nova edição, determinou que a medida já entre em vigor amanhã.

Os pontos desse decreto foram estabelecidos em reunião entre prefeitura, Defensoria, Ministério Público de Mato Grosso do Sul e entidades ligadas ao setor comercial da cidade. Segundo o prefeito da Capital, Marcos Trad (PSD), várias propostas foram feitas, mas apenas esta foi aceita pela administração.

“Foi o que eles pediram para a prefeitura, para não caminhar para fechamento ou antecipação de toque de recolher, que eles queriam às 20h, mas nós não aceitamos. Eles pediram a proibição da venda da bebida alcoólica e nós também não aceitamos e chegou em um termo para evitar que o juiz decretasse o fechamento de atividades, então chegamos nessa composição”, afirmou.

A medida deverá ser avaliada na segunda-feira para que, com os números de internações do fim de semana, possa ser avaliado a necessidade de se prorrogar esta determinação ou encontrar outro ponto para aumentar os índices de isolamento social e reduzir a taxa de ocupação de unidades de terapia intenvisa (UTIs) da cidade.

A prefeitura também se comprometeu a dobrar o número de servidores nas fiscalizações feitas em Campo Grande. Conforme Trad, serão 34 equipes atuando em “blitz de saúde”, onde serão feitos testes de bafômetro e verificação de documentação do condutor.

O objetivo é reduzir acidentes de trânsito, causados principalmente pela ingestão de bebidas alcoólicas e pela condução de veículos por indivíduas que não possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Atualmente, Campo Grande tem 13.511 casos da Covid-19 e 200 mortes pela doença.

 

Matéria editada para acréscimo de informação às 19h26.

 
 

Felpuda


Os bastidores fervem com a ciumeira que vem acontecendo em alguns municípios, onde determinados candidatos estariam sendo mais prestigiados que outros depois das alianças que foram formalizadas nas convenções. As queixas só aumentam, e as lideranças partidárias já não sabem o que fazer, temendo a possibilidade de que a vitória vá para o ralo. A bronca maior está entre integrantes das chapas puras de vereadores que se coligaram na majoritária. E salve-se quem puder!