Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OFICIAL

Líder do governo na Assembleia é escolhido; anúncio será na próxima sessão

Consenso está em torno do nome de Gerson Claro
06/02/2020 12:10 - YARIMA MECCHI E IZABELA JORNADA


 

Confirmação do nome do líder do governo na Assembleia Legislativa ficou para ser anunciada na próxima terça-feira (11). Apesar dos deputados da base aliada do governador, Reinaldo Azambuja (PSDB) e do próprio parlamentar, Gerson Claro, escolhido para assumir o cargo, confirmarem o nome do deputado do PP, eles preferiram esperar o documento oficial ser enviado à Casa de Leis, para poder revelar o nome do novo líder. "Prefiro esperar, vai que no documento não está meu nome? Vou passar vergonha", disse Claro, em tom de brincadeira. As conversas de bastidores é que o deputado poderá ser conduzido ao cargo após a saída do parlamentar José Carlos Barbosa (DEM) - o Barbosinha - da função. 

Barbosinha deixou a liderança do governador porque pretende concorrer à prefeitura de Dourados e, se continuasse no cargo, não teria como conciliar agenda de deputado, líder do governo e pré-candidato. No começo de janeiro ele adiantou ao Correio do Estado que sua saída já tinha sido acordada com o governador quando assumiu a função. 

Gerson Claro era considerado um dos preferidos para suceder Barbosinha entre os deputados, o nome do tucano Rinaldo Modesto também foi cotado. Modesto foi líder durante o primeiro mandato de Azambuja, procurado pelo Correio do Estado ele disse que outros parlamentares poderiam ocupar o cargo de confiança, citando o nome de Claro e de Londres Machado (PSD). 

O presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB), disse em entrevista coletiva que os deputados que pretendem concorrer as eleições de outubro não devem ocupar funções de presidência nas comissões da ALEMS e que os pré-candidatos já estavam se organizando. 

ALIADOS 

A escolha de Gerson Claro como líder do governo estreita ainda mais a aliança entre PP e PSDB. Os partidos estão unidos em Costa Rica com a filiação de Cleverson Alves dos Santos, o Delegado Cleverson, ao PP que tem apoio do PSDB e do PSD. 

Além de Costa Rica os partidos devem se unir em Sidrolândia, o ex-deputado Enelvo Felini, tenta viabilizar sua candidatura para novamente assumir o Executivo da cidade e os tucanos buscam apoio do PP para concorrer. 

Um dos nomes que querem disputar a prefeitura da cidade é o ex-governador de Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos - Zeca do PT.

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!