Clique aqui e veja as últimas notícias!

DISQUE 181

Ligações anônimas ajudam a polícia esclarecer crimes em Mato Grosso do Sul

Ao todo, "Disque 181" já atendeu 22,1 mil ocorrências em todo o Estado
27/12/2020 13:32 - Rafaela Moreira


A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul oferece um serviço anônimo, para que a população possa fazer sua denúncia com total tranquilidade, o "Disque Denúncia 181" auxilia a esclarecer crimes.  

O serviço começou a funcionar no Estado em 2004, e já atendeu mais de 22 mil ocorrências, solucionando casos de tráfico de drogas e outros crimes. 

 Últimas Notícias

A principal característica do serviço é o anonimato, já que o cidadão não precisa se identificar. As denúncias são encaminhadas aos batalhões de Polícia Militar, ou para as delegacias de Polícia Civil, as denúncias não expõem os denunciantes a qualquer tipo de risco.

Com funcionamento 24 horas por dia, o Disque 181 contribuiu com a apreensão de diversos tipos de drogas e de armas de fogo. Também já ajudou na prisão de traficantes e na resolução de outros tipos de crime, como assassinatos.

Em julho deste ano, uma equipe do Batalhão de Choque apreendeu cerca de 400 quilos de cocaína dentro de um caminhão frigorífico em Campo Grande após denúncia feita pelo 181. A chamada anônima causou prejuízo de cerca de R$ 8 milhões ao crime organizado.

Conforme o coordenador do Disque 181, capitão Antônio Jurca Neto, o projeto foi desenvolvido no Paraná, e acontece de maneira satisfatória em MS, ajudando a solucionar crimes. 

"O Disque 181 é um sistema desenvolvido no Paraná e cedido para Mato Grosso do Sul em 2004. Começou como narco denúncia, para combater o tráfico, e passou por uma reformulação em 2011 para atender queixas de todos os tipos de crime. No ano passado (2019) desenvolvemos um novo software para lançar o site Web Denúncia  e ampliar o atendimento", explicou o capitão. 

As ligações efetuadas para o telefone 181 não têm custo para o cidadão. O serviço ainda funciona de forma ininterrupta pelo site www.181.ms.gov.br.

Assine o Correio do Estado