Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

“Não é só um número”, afirma família sobre morte de dentista

Magno Portocarrero é a décima vítima de Covid-19 em Mato Grosso do Sul
03/05/2020 12:58 - Súzan Benites


 

A décima vítima do novo coronavírus (Covid-19) em Mato Grosso do Sul foi o dentista Patrocínio Magno Portocarrero Naveira, 74 anos. Ele estava internado há mais de um mês em um hospital da rede particular e faleceu neste domingo (3). De acordo com a cunhada dele, quando a doença atinge um nome conhecido deixa de ser apenas mais um número.

Magno Portocarrero, nasceu em Bela Vista, e atuava há mais 42 anos como dentista em Campo Grande. De acordo com a família, ele estava  internado há 38 dias, a esposa Laís Nazareth Naveira, também contraiu a doença, ficou internada, mas já está recuperada.

De acordo com a cunhada, a escritora Raquel Naveira, Magno estava clinicando antes de ser acometido pela doença. “Nós não sabemos onde ele pegou a Covid-19, se foi no consultório, não dá para saber. Ninguém sabe muito sobre o vírus, é um inimigo invisível.A esposa dele também teve coronavírus, mas já está recuperada”.

Raquel faz um alerta à população que deve tomar precauções enquanto pode. “É sério, é um inimigo cruel. Quando a gente vê um número na televisão é uma coisa, mas quando é o nome de um ente querido seu você percebe que é uma realidade que não se pode negar. Devemos tomar todos os cuidados recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para tentar conter esse inimigo”, lamentou.

A escritora diz que o cunhado estava muito bem de saúde, fazia exercícios físicos, praticava natação, e que era uma pessoa muito generosa. “É uma dor insuportável, indescritível, porque a pessoa fica isolada, não pode ter a companhia de ninguém. A pessoa fica sozinha, longe da família, não pode receber nenhum ente querido. É uma doença cruel com a família também que sofre de longe”, disse Raquel reiterando as qualidades do cunhado, que era irmão de seu marido. “Ele deixa muitos amigos, era uma pessoa muito querida, generosa com todos. O Magno deixa uma marca muito forte de uma pessoa feliz porque fazia o bem”, completou. 

No facebook diversos amigos e familiares fazem homenagem ao dentista, todos ressaltam a generosidade, bondade, alegria e competência do homem, que deixa família, amigos e pacientes.

BOLETIM

O novo boletim epidemiológico registra soma de mais seis casos da Covid-19: três em Campo Grande, dois em Três Lagoas e um em Vicentina, que aparece pela primeira vez na lista de cidades com pacientes contaminados. Ao todo são 272 casos confirmados em MS.

Com o óbito do dentista, Mato Grosso do Sul já registra dez mortes pela doença no Estado. O nono caso foi registrado na última segunda-feira (27), um caminhoneiro de Dourados, de 56 anos, morreu com Covid-19 em Tocantins. 

Outras quatro mortes pela Covid-19 foram na região do Bolsão Sul-mato-grossense (leste). Uma idosa de 75 anos em Paranaíba. Duas idosas colegas de asilo e um homem de 87 anos cujo contato com o vírus não foi determinado (comunitário) de Três Lagoas.

Batayporã teve dois óbitos pela doença: duas senhoras, de 64 e 66 anos. Campo Grande também registrou outras duas mortes: uma idosa de 71 e 63 anos.

 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.