Clique aqui e veja as últimas notícias!

VIAGEM DE FIM DE ANO

Mesmo em meio à pandemia, mais de 40 mil pessoas devem passar pela rodoviária de Campo Grande neste fim de ano

Diante da demanda, serão disponibilizados 137 veículos extras. Caso haja necessidade, o número pode ser maior
20/12/2020 08:30 - Naiara Camargo


Segundo a Concessionária do Terminal Rodoviário de Campo Grande (CTRCG), 40.550 pessoas devem embarcar e desembarcar no local de 21 à 28 de dezembro.

Os principais destinos interestaduais são São Paulo, Paraná, Distrito Federal e Mato Grosso. Já as cidades de desembarque mais procuradas são Corumbá e Ponta Porã. 

Últimas Notícias

Diante da demanda, serão disponibilizados 137 veículos extras. Caso haja necessidade, o número pode ser maior.

Devido à pandemia da Covid-19, em determinação da Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), o terminal rodoviário suspendeu totalmente suas atividades nos meses de março, abril e junho, com o objetivo de evitar aglomerações e eliminar o contágio do coronavírus.

O local está equipado para proporcionar segurança aos turistas. Disponibilização de álcool gel 70% e comunicação sonora e visual para distanciamento social são algumas das medidas tomadas.

Lixeiras exclusivas para descarte de máscaras, lenços e luvas; desinfecção de corrimãos e áreas de toque comum e higienização de locais de grande circulação também entram na lista.

Orientações

A concessionária alerta para que viajantes usem a máscara facial corretamente; obedeçam às orientações de distanciamento social; façam o uso de álcool gel, além de lavar bem as mãos e, caso estejam infectados com o vírus, que remarquem sua passagem.

Medidas de biossegurança adotadas pelas empresas de ônibus

Algumas empresas de transporte terrestre estão seguindo rigorosamente normas de biossegurança em combate à Covid-19.

Distanciamento social dentro dos ônibus, disponibilização de álcool gel, sistema de renovação do ar e obrigatoriedade do uso da máscara facial são alguns dos critérios tomados pelas viações Eucatur, Andorinha e Buser.

Porém, há empresa que opera com 100% da capacidade para quase todos os destinos. A Viatur informou que há autorização para isso.

Assine o Correio do Estado