Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Mais uma cidade de Mato Grosso do Sul terá voo direto para São Paulo

Serão dois voos por semana e objetivo é a retomada e aquecimento do turismo de negócios
21/08/2020 14:32 - Glaucea Vaccari


Mais uma cidade de Mato Grosso do Sul terá voo direto para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a partir de setembro. Serão dois voos semanais de Três Lagoas para o estado vizinho.

Ação faz parte das estratégias da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) para a retomada do turismo no Estado no período de pandemia.  

Os voos serão sempre às terças-feiras, com partida às 9h40 e retorno às 11h05, e às quintas-feiras às 10h30 com retorno ao meio-dia. Operação será pela companhia Voepass.  

As passagens já estão disponíveis para compra no site da companhia aérea. Em pesquisa realizada hoje (21) pelo Correio do Estado, valor do ticket de ida, saindo de Três Lagoas no primeiro dia de operação do voo, dia 8 de setembro, custa entre R$ 259,99 e R$ 809,99, dependendo da categoria selecionada.  

O valor é o mesmo para a passagem de volta, de São Paulo para Três Lagoas, no mesmo dia.

De acordo com o presidente da Fundtur, o aumento da oferta de voos contribui para a melhoria da conectividade de cidades importantes, como Três Lagoas, e a ligação com São Paulo irá auxiliar no incremento do turismo de negócio na região da costa leste.

A Voepass também é responsável por voos diretos de Dourados ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, que foram retomados no dia 13 de julho. Em Dourados, a ligação é diária.  

Apesar de estarem disponíveis, os trajetos só serão confirmados se houver passageiros para embarcar, sendo sujeitos a alterações.    

“O nosso bom relacionamento mostra que estamos no caminho certo para auxiliar a recuperação da malha total e também incluir novos voos, como é o caso de Curitiba direto para Campo Grande, além de voos importantes que retornam como Belo Horizonte/Campo Grande”, afirmou Wending.

O diretor da Fundtur disse ainda que a Fundação trabalha também para ter novas conexões e não apenas recuperar os voos suspensos durante a pandemia.

 
 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...