Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ALERTA

Manutenção pode deixar bairros sem água; veja se o seu está na lista

Serviço será realizado nos dias 11 e 17 de maio
09/05/2020 15:28 - Ricardo Campos Jr


 

O abastecimento de água pode sofrer oscilações em alguns bairros de Campo Grande nos dias 11 e 17 de maio em decorrência de manutenções na rede. Segundo informações da Águas Guariroba, o serviço será executado das 5h às 11h.

Serão feitos testes monitoramento e a revisão dos sistemas de bombeamento da captação. O objetivo é evitar a ocorrência de possíveis falhas ou paradas não programadas.

A empresa afirma ter planejado a manutenção para causar o menor impacto possível. Reservatórios e sistemas de captação já estão preparados de forma preventiva e caminhões pipa serão colocados de sobreaviso para atender serviços essenciais.

Durante a interrupção, caso haja, a concessionária orienta o uso racionado dos reservatórios internos ou caixas d'água.

CONFIRA OS BAIRROS QUE PODEM SER AFETADOS

Jardim Noroeste, Vivendas do Parque, Panorama, Residencial Oiti, Damha (l, ll, lll e lV), Estrela Parque, Itatiaia, Tiradentes, Flamboyant, Chácara Cachoeira, Jardim Ibirapuera, Jardim São Lourenço, Jardim Mansur, Vilas Boas, Jardim Itamaracá, Jardim Campo Alto.

Vila Margarida, Coronel Antonino, Jardim Imperial, Morada Verde, Estrela do Sul, Giocondo Orsi, Vila Rica, Jardim Autonomista, Vila Soter.

Santa Luzia, Jardim Mooca, Vila Nasser, Coophasul, Altos do São Francisco, Novo Horizonte, Jardim Seminário, Santa Carmélia, Santo Amaro, Santo Antônio, Jardim Imá.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.