Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ELEIÇÕES 2020

Máscara e caneta são itens indispensáveis nas eleições municipais deste ano

Com pandemia do coronavírus, novas regras de segurança instituídas para eleições são respeitadas nos locais de votação
15/11/2020 15:50 - Ana Karla Flores


Nas eleições municipais deste ano em Campo Grande, eleitores respeitaram regras básicas de segurança e não esqueceram de levar caneta. Movimento nos locais de votação é baixo e com poucas filas. 

Com novas regras de biossegurança devido à pandemia do Coronavírus, caneta não é obrigatória, mas evita que muitas pessoas tenham contato com a mesma para assinar. 

Já a máscara é obrigatória e os mesários têm direito de barrar entrada de quem desrespeitar as regras, a orientação foi dada pela Justiça Eleitoral.

Na escola Municipal Elpídio Reis, a mesária Liliam Nakasoni, relata que todos os eleitores foram com máscaras e levaram suas próprias canetas. “Aqui está muito tranquilo, parado, sem fila. Todos trouxeram caneta, documento, não entraram com celular e respeitaram o distanciamento.”

A situação foi a mesma nas escolas municipais, Professor Nelson de Souza Pinheiro e Professor Virgílio Alves de Campos. 

O secretário de sessão, Daniel Teixeira, afirma que a expectativa é que o movimento fique tranquilo durante todo o dia de eleição e que motivo pode ser a fácil justificação de ausência disponível ‘online’ para eleitores. 

Na Universidade Estácio de Sá as filas aumentaram nos primeiros horários após o tempo reservado para idosos votarem. O secretário do local, Éverton Shinzato explica que muitos eleitores tentaram votar no primeiro horário disponível, o que causou uma pequena aglomeração. 

Ele detalha que logo quando as filas aumentaram, os voluntários organizam as filas para uma maior movimentação e aglomeração se dissipou rapidamente. 

Idosos

Idosos fazem parte do principal grupo de risco da Covid-19 e tiveram horário reservado pela Justiça Eleitoral nas eleições deste ano. O horário dedicado para o grupo votar em Campo Grande foi das 7 horas às 10 horas. 

As filas com distanciamento no portão dos colégios eleitorais iniciaram antes da abertura dos portões. A secretária de seção na Escola Municipal Danda Nunes, Andréa de Siqueira Nunes, explicou que foi tudo tranquilo, que os idosos respeitaram as regras e não teve aglomeração. 

"Eu estou até estranhando, porque está bem tranquilo. Vamos esperar o movimento para a parte da tarde”, afirma Nunes.

 
 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.