Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

BOLETIM

Com atualização de sistema, Mato Grosso do Sul confirma 29 mortes por Covid-19

Óbitos ocorreram entre os dias 7 e 11 de novembro, sendo mais da metade em Campo Grande
12/11/2020 11:59 - Glaucea Vaccari


Após cinco dias sem atualização devido a um problema no sistema federal, Mato Grosso do Sul confirmou 29 mortes por Covid-19 ocorrida no período, conforme boletim divulgado hoje pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, explicou que, apesar de expressivo, os óbitos não ocorreram todos nas últimas 24 horas, mas representam o total ocorrido de sábado (7) até ontem (11).

“Os óbitos publicados hoje referem-se ao acumulado de óbitos que não puderam ser encerrados pelos municípios e publicados no boletim estadual devido a inoperabilidade que se encontrava o sistema de informação oficial em âmbito nacional”, explicou.

Mais da metade das vítimas eram de Campo Grande, sendo 17 mortes na Capital. As demais ocorreram três em Corumbá, dois em Ponta Porã, dois em Rio Verde de Mato Grosso, e um em Bonito, Coronel Sapucaia, Guia Lopes da Laguna, Porto Murtinho e Três Lagoas.

Vítimas tinham idades entre 42 e 91 anos, com apenas duas pessoas sem fatores de risco ou comorbidades associadas.  

Com relação aos casos, foram 438 novos nas últimas 24 horas e a média de novos casos aumentou na semana, em comparação com a anterior, com tendência de curva ascendente.

Christine alertou que as medidas preventivas devem continuar a ser tomadas pela população, pois o Estado ainda enfrente a primeira onda da Covid-19.

“Embora tenhamos tido um achatamento nas últimas semanas na nossa curva, não estamos na segunda onda, estamos na primeira onda, e estamos observando que mais pessoas estão sendo afetadas, voltamos a uma curva ascendente na primeira onda”, disse.

“Quem está na segunda onda é a Europa, que terminou o número de casos e agora está na segunda onda, o Brasil ainda não e o Estado de Mato Grosso do Sul ainda não, então que fique bem claro a todos, não podemos relaxar”, ressaltou.

Desde o início da pandemia, são 86.428 pessoas que já foram contaminadas, com 80.966 recuperados e 1.674 mortes.  

 
 

Felpuda


Embora tenha manifestação de que não haverá mudanças na administração municipal que se iniciará dia 1º de janeiro, o que se ouve por aí é que a realidade não seria bem assim.

Alguns setores deverão passar por alterações, como forma de se azeitar engrenagens que estariam deixando a desejar. 

O Diário Oficial, a partir daquela data, deverá ser a publicação mais lida a cada manhã.