Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ISOLAMENTO SOCIAL

Mato Grosso do Sul é um dos estados que mais ignorou a quarentena no fim de semana no Brasil

O estado tem casos de coronavírus confirmados em 21 municípios, a baixa adesão ao isolamento pode aumentar ainda mais esse índice
20/04/2020 17:03 - Da Redação


 

Mato Grosso do Sul ficou em penúltimo lugar no ranking nacional de isolamento social neste domingo (19). Apenas 58,5% da população ficou em casa no último final de semana. Os dados são do monitoramento por geolocalização. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) estimou 60% como “bom” e 70% como “ideal” para frear a curva de contágio pelo Covid-19. Até agora são 171 casos confirmados no estado e cinco mortes.

Os municípios que mais ignoraram a quarentena foram Itaquiraí (47,2%), Santa Rita do Pardo (47,9%), e Ribas do Rio Pardo (51,5%). Secretário municipal de Saúde, Geraldo Resende, pediu colaboração da população em relação às medidas de prevenção ao coronavírus. 

“Não afrouxaremos as normas que estamos seguindo, tanto do Ministério da Saúde quanto da Organização Mundial de Saúde (OMS). Essas três palavras: fique em casa, são de suma importância, porque só assim cada um de nós pode contribuir para que não tenhamos um número expressivo de casos aqui em Mato Grosso do Sul”, disse.

Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado hoje pela SES, os municípios com os maiores índices de casos confirmados são Campo Grande, com 89 casos, Três Lagoas, com 18, e com 11 casos cada estão Dourados, Nova Andradina e Sonora. Apesar de o grupo de risco ser idosos acima de 60 anos, a maioria dos pacientes no estado são da faixa etária entre 30 e 39 anos (31%).

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!