Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Mato Grosso do Sul registra 2.258 confirmações de Covid-19 e internações voltam a subir

Saúde explica que casos são resultado de ajustes devido a novos critérios de confirmação
11/09/2020 11:34 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul confirmou 2.258 casos positivos de covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número registrado desde o início da pandemia.  

Apesar de alto, secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, explicou que este aumento é devido a atualizações, por conta de novos critérios de confirmação que levaram municípios a revisarem os dados.

Até quarta-feira (9), o diagnóstico era feito através da realização dos testes RT-PCR, sorologia e teste rápido.

Desde ontem, passou a valer nova normativa do Ministério da Saúde, que permite a confirmação de casos por meio de critérios clínico, clínico epidemiológico e clínico de imagem.

“Os municípios começaram a fazer a inserção e o encerramento dos casos. Isso traz clareza e transparência aos dados”  disse Christine.

Além dos mais de 2 mil resultados positivos, também foram confirmadas 11 novas mortes pela doença causada pelo coronavírus.

Destas, cinco foram em Campo Grande, dois em Anastácio, dois em Corumbá, e um em Dourados e Paranaíba.

Taxa de letalidade continua em 1,8%, com 1.035 mortes no total em Mato Grosso do Sul.

Internações, que tinham caído para abaixo de 500 nesta semana, voltaram a aumentar, com 509 pessoas internadas, sendo 

Taxa de ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) é de 52% no Estado.

Considerando as macrorregiões, Campo Grande tem taxa de 70%, Dourados 71%, Três Lagoas 45%  e Corumbá 74%.

No total, são 58.304 casos confirmados, com 50.300 deles já considerados curados. 

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.