Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

APÓS ESTIAGEM

Mato Grosso do Sul tem 52 cidades em alerta para tempestade e queda de granizo

Após logo período de estiagem, chuva pode ser intensa e com ventos fortes
15/08/2020 15:59 - Glaucea Vaccari


Após um longo período de estiagem, as áreas de instabilidade ganham força e Mato Grosso do Sul pode ter temporais neste fim de semana.

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de perigo para o risco de tempestades em 52 municípios do Estado, incluindo Campo Grande. (Confira lista abaixo).

Conforme o alerta, há risco de chuvas intensas, entre 30 e 60 mm por hora, ventos fortes de até 100 km/h e queda de granizo.

A chuva melhora os índices de umidade relativa do ar, que tem ficado em torno de 20% nos últimos dias.  

Neste sábado, temperaturas variam entre 18°C a 37°C no Estado. Em Campo Grande, mínima prevista é de 25°C e máxima de 36°C.

Já no domingo, temperaturas terão um ligeiro declínio, variando entre 18°C e 35°C, enquanto na Capital será entre 21°C e 28°C.

De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), as condições de chuva no Estado permanecem até o dia 22 de agosto.

Acumulado de chuva esperado no período varia entre 5 a 100 milímetros, com a maior concentração nos municípios das regiões sul e sudoeste.  

Apesar do alerta do Inmet ter vigência para este fim de semana, o Cemtec afirma que condições adversas podem ocorrer durante toda a semana, com chuvas intensas, ventos fortes e raios.  

Devido a possibilidade de grande acumulado de chuva em um curto período de tempo, há risco de alagamentos e enxurradas, podendo ocorrer queda de árvores.  

Ainda segundo o Cemtec, é esperada uma queda na temperatura no próximo fim de semana, com mínima podendo chegar a 5°C e máxima de 25°C.

 
 

Confira municípios que estão em alerta para tempestades:

  • Amambai
  • Anastácio
  • Anaurilândia
  • Angélica
  • Antônio João
  • Aquidauana
  • Aral Moreira
  • Batayporã
  • Bela Vista
  • Bodoquena
  • Bonito
  • Caarapó
  • Campo Grande
  • Caracol
  • Coronel Sapucaia
  • Corumbá
  • Deodápolis
  • Dois Irmãos Do Buriti
  • Douradina
  • Dourados
  • Eldorado
  • Fátima Do Sul
  • Glória De Dourados
  • Guia Lopes Da Laguna
  • Iguatemi
  • Itaporã
  • Itaquiraí
  • Ivinhema
  • Japorã
  • Jardim
  • Jateí
  • Juti
  • Ladário
  • Laguna Carapã
  • Maracaju
  • Miranda
  • Mundo Novo
  • Naviraí
  • Nioaque
  • Nova Alvorada Do Sul
  • Nova Andradina
  • Novo Horizonte Do Sul
  • Paranhos
  • Ponta Porã
  • Porto Murtinho
  • Rio Brilhante
  • Sete Quedas
  • Sidrolândia
  • Tacuru
  • Taquarussu
  • Terenos
  • Vicentina
 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!