Clique aqui e veja as últimas notícias!

BOLETIM

Mato Grosso do Sul ultrapassa os 40 mil casos confirmados de Covid-19

Foram 820 novas confirmações e 18 mortes pela doença em 24 horas no Estado
20/08/2020 11:33 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul ultrapassou a casa dos 40 mil casos confirmados de Covid-19 nesta quinta-feira (20), chegando a 40.201, o que demonstra que a doença continua em expasão, segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.  

Apesar disso, deste total, mais de 30 mil já estão sem sintomas e são considerados recuperados.

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), em 24 horas foram confirmados 820 novos casos e 18 mortes pela doença.

Quase metade dos casos foram registrados em Campo Grande, que confirmou mais 394.  

Conforme Resende, é necessário que Campo Grande tenha redução no contágio para o achatamento da curva no Estado.  

“Mostra que se nós fizermos nosso dever de casa, junto com o Município de Campo Grande, se contivermos a expansão dessa doença, contivermos esse crescimento da doença aqui na Capital, seguramente poderemos ter um desfecho mais favorável no combate a covid aqui no Estado”, disse.

A média móvel de casos é e 806 por dia. Em Campo Grande, o número é de 396 por dia, referente aos últimos sete dias. Quanto aos óbitos, a média móvel é de 14 por dia.

"É um número bastante grande para um Estado que tem uma população tão pequena quanto o nosso", afirmou o secretário.

 
 

Entre os casos ativos, 6.767 estão em isolamento domiciliar e 531 estão internados. 

Com relação as 18 mortes confirmadas em 24 horas, seis foram em Campo Grande, duas em Corumbá, e uma em cada dos seguintes municípios: Ladário, Bataguassu, Rio Brilhante, Sidrolândia, Maracaju, Iguatemi, Naviraí, Anastácio, Dourados e Itaquiraí.

O Estado soma 686 mortes pela Covid-19 e a taxa de letalidade continuam em 1,7%.

"Ainda é razoável, mas precisamos lutar para que ela decaia, quanto menos óbitos tivermos, esse é o nosso objetivo, é o melhor enfrentamento que nós possamos fazer em relação a Covid-19", concluiu o secretário.